SMetal

Imprensa

Ampliação

UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba

Terça-feira, 18 de Agosto de 2015 - 10:26 - Atualizado em 27/12/2016 14:07
Imprensa SMetal

,
A inauguração dos três novos prédios amplia em 48 metros a área do campus
O campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) inaugurou na segunda-feira, dia 17, três novos prédios, o que aumenta para mais de 48 mil metros quadrados de área construída na unidade.

Dois dos novos edifícios estão vinculados ao Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS) e ao Centro de Ciências e Gestão em Tecnologias (CCGT), com auditório, sala de reunião, laboratório de informática e gabinetes para os docentes. O terceiro será utilizado para aulas teóricas.

Na cerimônia de inauguração, o reitor da UFSCar, Targino Araújo Filho, ressaltou a importância dos projetos com excelência acadêmica e compromisso social, adotado como política da Universidade, para o crescimento do campus.

"Sorocaba nos surpreendeu com a quantidade de professores altamente qualificados que estamos recebendo e para os quais há a necessidade de uma boa infraestrutura para avançarem em suas pesquisas", afirmou o Targino.

Questionado pela imprensa SMetal sobre a possível abertura de novos cursos, o reitor da UFSCar explicou que ainda não há previsão de ampliação, pois depende de aprovação do Ministério da Educação (MEC).

"Mas nós, da Andifes, [Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior], estamos entregando um plano de expansão para a presidente Dilma, que esperamos que comece ano que vem ou em 2017", explicou Targino.

Atualmente o campus UFSCar Sorocaba oferece 620 vagas em 14 cursos de graduação: administração, ciência da computação, ciências biológicas (noturno, bacharelado e licenciatura integral), ciências econômicas, engenharia de produção, engenharia florestal, física, geografia, matemática, pedagogia, química e turismo.

Já os cursos de pós-graduação são: biotecnologia e monitoramento ambiental, ciência da computação, ciência dos materiais, diversidade biológica e conservação, economia, educação, engenharia da produção, planejamento e uso de recursos renováveis e sustentabilidade na gestão ambiental.

A entidade oferece também os cursos de MBA (Master Business Administration) em economia, finanças, gestão ambiental e sustentabilidade e gestão de inovação tecnológica.


Novas obras

Sobre novos projetos para o campus Sorocaba, o reitor contou que há algumas melhorias para atender os alunos. A obra prioritária é a ampliação do restaurante, que deve ser realizada ano vem.

Outras melhorias como a construção de salas de vivência, além da reforma e construção de vestiários na quadra de futebol, serão viabilizadas com verba de emenda da ex-deputada federal Iara Bernardi (PT).


Programa de expansão

Presente na solenidade, o Secretário de Ensino Superior do MEC, Jesualdo Farias, destacou a importância da instalação de universidades públicas no interior que, além de formar pessoas, leva um avanço "extraordinário" para região.

"Tenho certeza que as pesquisas aqui produzidas têm como foco central um olhar para a realidade regional e de tentar resolver os problemas sociais que ainda persistem", disse Jesualdo.

O representante do MEC falou ainda sobre os avanços no acesso dos brasileiros ao ensino superior no ano de 2015. Segundo ele, no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) foram disponibilizadas cerca de 260 mil vagas para estudantes, no Fieis (Fundo de Financiamento Estudantil) são mais 314 mil, já no Prouni (Programa Universidade para Todos) foram abertas 330 mil vagas.

"Somando todas essas vagas, nós temos aproximadamente 905mil oportunidades para jovens em todos os Estados brasileiros e em centenas de municípios afastados das capitais, onde há 10 anos a realidade era absolutamente diferente", contou.

Manifestação

Durante a cerimônia de inauguração dos novos prédios nesta segunda-feira, dia 17, alunos e servidores técnico-administrativos da UFSCar levaram cartazes para o local da solenidade com duas reivindicações.

Os alunos que ocuparam o auditório pediam que o prefeito de Sorocaba Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) vete o projeto de lei que proíbe que transexuais utilizem os banheiros de escolas do ensino fundamental, públicas ou privadas com base na identidade de gênero.

Já as lideranças sindicais dos servidores técnico-administrativos, que estão em greve desde o final de março, reivindicam reajuste salarial, reestruturação da carreira, entre outras pautas.

Respondendo aos trabalhadores, o representante do MEC afirmou que, nas últimas semanas, estão sendo intensificadas as negociações para que, daqui 10 ou 12 dias, seja assinado um acordo e a greve encerrada.

UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
1/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
2/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
3/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
4/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
5/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
6/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
7/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
8/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
9/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
10/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
11/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
12/13
UFSCar inaugura três novos prédios em Sorocaba
13/13

Deixe seu Recado