SMetal

Imprensa

Estado de greve

Trabalhadores da ZF e Bosch pressionam empresas por melhorias no PPR

Quarta-feira, 15 de Maio de 2019 - 17:45 - Atualizado em 16/05/2019 14:53
Imprensa SMetal

pereira, zf, bosch, metalúrgico, ppr, assembleia,, Foguinho/Imprensa SMetal
Segundo o CSE da ZF, Clériston (Pereira), os trabalhadores das duas autopeças estão com o PPR defasado em comparação a outras empresas do segmentoFoguinho/Imprensa SMetal
Os trabalhadores da ZF do Brasil (Planta 1 e 2) e da Robert Bosch, em Sorocaba, aprovaram nesta quarta-feira, 15, estado de greve caso as empresas não apresentem uma proposta de Programa de Participação dos Resultados (PPR) que atenda às reivindicações dos metalúrgicos.

De acordo o membro do Comitê Sindical da ZF, Clériston Cristovão Albino dos Santos (Pereira), as duas autopeças estão entre as maiores fábricas do segmento e, em comparação com outras empresas do setor, os trabalhadores estão com um PPR defasado.

“Se a ZF e a Bosch não apresentarem um valor digno, que contemple o mínimo do anseio do trabalhador, nós iremos começar a tomar atitudes mais drásticas no quesito protesto e até mesmo paralisação”, assegurou Pereira.

E completou afirmando que “sem mobilização não há conquista”.

Nesta quinta-feira, 16, os membros da Comissão de PPR e do Sindicato dos Metalúrgicos (SMetal) se reúnem novamente com a empresa para mais uma rodada de negociação. “Os trabalhadores estão preparados para a luta e se nessa reunião não for apresentado um valor significativo, vamos todos unidos para a greve”, concluiu.

A ZF do Brasil (Planta 1 e 2) e a Robert Bosch ficam no bairro Iporanga, fabricam peças para veículos e, juntas, mais de 2400 trabalhadores.

Deixe seu Recado