SMetal

Imprensa

Prevenção ao Covid-19

Trabalhadores da ZF, Bosch e Gestamp entram em férias coletivas

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 - 16:33 - Atualizado em 23/03/2020 18:28
Imprensa SMetal

zf do brasil, sindicato, negociação,, Arquivo/Foguinho Imprensa SMetal
Mais de 1600 trabalhadores serão beneficiados com a negociação na ZF do Brasil (Planta 1 e 2) e o retorno está previsto para o dia 13 de abrilArquivo/Foguinho Imprensa SMetal
Mais três empresas anunciaram férias coletivas a todos os trabalhadores – produção e administrativo – após negociação com o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal): a NCSG Gestamp (antiga Scórpios), ZF do Brasil e Robert Bosch. A medida segue deliberação da entidade como forma de contenção da disseminação do coronavírus (Covid-19), conforme orientado por órgãos oficiais de saúde.

Na NCSG, sistemista da montadora Toyota, as férias coletivas iniciam já nesta segunda-feira, dia 23, e vão até 3 de abril. A decisão vale para mais de 500 trabalhadores da fábrica.

Na autopeça Bosch, o funcionamento da produção será interrompido a partir de 1º de abril, retornando no dia 21 do mesmo mês. Porém, durante esta semana, as atividades dos trabalhadores serão reduzidas gradativamente, conforme planejamento da empresa, que tem mais de 700 funcionários.

Já os trabalhadores da ZF do Brasil começam a paralisar as atividades a partir da noite desta segunda-feira, dia 23, com o terceiro turno. Os demais param nesta terça-feira, 24. Mais de 1600 trabalhadores serão beneficiados com a negociação e o retorno está previsto para o dia 13 de abril.

O presidente do SMetal, Leandro Soares, reafirma que a entidade continua em negociação para que todas as empresas metalúrgicas de Sorocaba e região liberem os trabalhadores, como forma de preservar a saúde, a renda e o emprego deles e de seus familiares. “Estamos em constante discussão com as empresas para que os metalúrgicos estejam seguros, em suas casas, o quanto antes”, assegura.

Izídio de Brito, secretário de organização do Sindicato, lembra que as medidas são emergenciais e os critérios dos acordos podem ser reavaliados conforme a situação na pandemia no País. “A segurança e saúde do trabalhador vêm em primeiro lugar, mas eles também precisam ter como se sustentar nesse período de crise mundial. Por isso a importância da manutenção do emprego e dos salários desses funcionários”.

Outras empresas

Ao longo dos últimos dias, outras empresas da base do SMetal anunciaram férias coletivas. A Toyota vai parar a partir de terça-feira, 24. Todos trabalhadores da produção serão atingidos, enquanto os trabalhadores do setor administrativo irão trabalhar home office.

A Varroc também para em 1º de abril. Ao todo, 62 trabalhadores entram em férias coletivas. Os funcionários do setor administrativos já estão trabalhando à distância (home office).

E a mais recente, a Schaeffler, anunciou férias coletivas a partir desta segunda-feira, 23, até dia 13 de abril, aos mais de 3 mil funcionários, após negociação do Sindicato.

Deixe seu Recado