SMetal

Imprensa

SMetal na Fábrica

Trabalhadores da Nova Tamboré aprovam PPR e cobram redução de jornada

A proposta de PPR 2018 aprovada pelos trabalhadores nesta quarta, 13, garante crescimento de 12% no valor total em relação a 2017; SMetal vai enviar pauta à empresa para negociar a redução da jornada

Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2019 - 14:53 - Atualizado em 14/02/2019 10:51
Imprensa SMetal

tamboré, sorocaba, assembleia, sindicato, verdinho, Foguinho/Imprensa SMetal
Em contato com os trabalhadores, o Sindicato teve ciência do descontentamento dos funcionários da empresa sobre a mudança de horárioFoguinho/Imprensa SMetal
Após pressão dos trabalhadores, a empresa Nova Tamboré voltou a negociar com o Sindicato dos Metalúrgicos (SMetal) e apresentou uma nova proposta de Programa de Participação nos Resultados (PPR) 2018, que foi aprovada em assembleia nesta quarta-feira, 13, na porta da fábrica.

O acordo prevê crescimento de 12% no valor total pago aos metalúrgicos em comparação ao 2017. Segundo o vice-presidente do SMetal, Valdeci da Silva (Verdinho), a proposta inicial da empresa era de apenas 5% e foi reprovada pelos trabalhadores.

“Assim que reprovada a proposta de 5%, protocolamos um comunicado de greve logo na quinta (7) e demos até segunda-feira para a empresa apresentar nova proposta”, relembrou Verdinho. A segunda parcela do benefício será paga ainda no mês de fevereiro.

Redução de jornada

Em contato com os trabalhadores, o Sindicato teve ciência do descontentamento dos funcionários da empresa sobre a mudança de horário, realizada sem negociação com o SMetal.

De acordo com Verdinho, metalúrgicos trabalhavam em um único turno, das 7h às 17h. “Recentemente, a empresa decidiu, de forma unilateral, a implantar três turnos, sendo que o primeiro e segundo trabalham todos os sábados e o terceiro todos os domingo. Isso gerou um descontentamento muito grande dos trabalhadores e um excesso de horas extras”, explicou.

Durante a assembleia de aprovação do PPR, o dirigente sindical colocou então em votação a redução da jornada de trabalho, que foi aprovada pelos trabalhadores. “Vamos enviar ainda nesta semana uma pauta de reivindicação para debater com a empresa a melhor forma de solucionar essa insatisfação do funcionários”, concluiu Verdinho.

A Nova Tamboré produz perfis de alumínio e fica na região do Cajuru, em Sorocaba.

Deixe seu Recado