SMetal

Imprensa

Negociações

Trabalhadores da Case reprovam proposta do Programa de Participação nos Resultados

Assembleia para a votação aconteceu na tarde desta sexta-feira, 10, e contou com a participação dos trabalhadores do CD e da fábrica; Sindicato voltará a negociar com a Case para nova proposta

Sexta-feira, 10 de Junho de 2022 - 18:53
Imprensa SMetal

, Caroline Queiróz Tomaz/Imprensa SMetal
Trabalhadores e trabalhadoras levantaram as mãos pela reprovação da proposta do PPR de 2022Caroline Queiróz Tomaz/Imprensa SMetal
Na tarde desta sexta-feira, 10, os trabalhadores e trabalhadoras da CNH Case reprovaram uma proposta do Programa de Participação nos Resultados (PPR) de 2022. O valor, negociado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), representava aumento de 16%.

Além da margem de crescimento percentual, a proposta negociada pelo Sindicato também apresentou melhorias significativas quanto aos indicadores. Neste modelo, o recebimento do PPR – atrelado aos resultados – estaria garantido a partir do atingimento de 95% das metas de produtividade e número de máquinas.

Neste ponto, a proposta foi bem recebida. Porém, os dirigentes do SMetal, bem como os membros do Comitê Sindical de Empresa (CSE), alertaram que o valor oferecido pela CNH Case estava fora da realidade atual da produção na empresa.

De acordo com Silvio Ferreira, presidente interino do Sindicato dos Metalúrgicos, o segmento da CNH Case “está aquecido na economia brasileira”. A fábrica atua com a produção de máquinas voltadas para serviços agrícolas e pecuários – que vão bem no país. Dentre o leque de produtos estão: tratores, colheitadeiras, retroescavadeiras e correlatos.

Além desse ponto, ele também destaca que há empresas da região, com o mesmo porte da Case, negociando valores mais altos no Programa de Participação nos Resultados.

“Acredito que avançamos muito na melhoria das metas e um percentual de 16% de aumento é uma conquista importante. Fomos informados, após oito rodadas, que havíamos chegado ‘ao limite’ da negociação e, então, colocamos para a apreciação dos metalúrgicos. Na reprovação da proposta confirmamos duas coisas: a união da categoria faz toda a diferença. E, claro, os trabalhadores reconhecem sua realidade e sabem que é possível avançar”, comenta Silvio.

Para o presidente interino, a escolha também reforça que os metalúrgicos confiam no trabalho sindical. Os dirigentes sindicais voltarão à mesa de negociação com a direção da Case para definir os próximos passos do PPR de 2022. Mais informações serão atualizadas no Portal SMetal.

Deixe seu Recado