SMetal

Imprensa

Na fábrica

Trabalhadores da Case aprovam calendário dias-pontes e outras pautas

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2019 - 12:11 - Atualizado em 26/02/2019 10:53
Imprensa SMetal

cnh, case, calendário, pauta, banco, assembleia,, Fernanda Ikedo/Imprensa SMetal
Trabalhadores aprovaram pautas específicas da CNH Case na quarta-feira, 20, em assembleia realizada pelo SMetal na porta da fábricaFernanda Ikedo/Imprensa SMetal
Assembleia realizada pela diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) na CNH Case, na tarde desta quarta-feira, dia 20, colocou em votação três pautas de interesse dos trabalhadores. São elas: o calendário de folgas deste ano, banco de horas e autorização para trabalhar domingos e feriados religiosos. Todas as pautas foram aprovadas pelos metalúrgicos.

Conforme explica o secretário-geral do SMetal, Silvio Ferreira, o calendário de folgas é negociado pela diretoria com o objetivo de garantir o descanso prolongado aos finais de semana e facilitar o planejamento do lazer da melhor forma possível.

Com a vigência de um ano, o banco de horas pode ser utilizado tanto para saldo positivo quanto negativo, respeitando limite máximo de duas horas extras e sábados alternados.

Em relação ao terceiro ponto da assembleia os trabalhadores também aprovaram a autorização para trabalhos aos domingos e feriados quando for avisado pela empresa, com antecedência. Silvio observa que o trabalhador pode recusar, por não ser obrigatório. E a empresa precisa avisar o sindicato também 10 dias antes. O pagamento é como horas extras normais.

“Todos esses acordos foram firmados pelo sindicato para que não haja nenhuma irregularidade cometida pela empresa, tanto no respeito às folgas quanto às horas extras”, destaca Silvio.

O dirigente também ressaltou que o sindicato negocia diversas pautas, incluindo jornadas de trabalho, que possam criar mais postos de trabalho, para todos, sendo associados ou não. “Infelizmente, um trabalhador ou outro acha que pode negociar diretamente com o patrão. Além de ser uma ilusão, é uma afronta a todos os associados que fortalecem o sindicato para enfrentar todo retrocesso que está sendo colocado para a classe trabalhadora”.

Alerta

Antes de ser colocado em votação um dos diretores do Comitê Sindical de Empresa (CSE) da CNH/Case, Luis Otávio Ferreira, alertou os trabalhadores sobre casos de assédio moral que estão ocorrendo na fábrica. Ele ressaltou que em casos de insulto, humilhação, pressão, ou outro tipo de abordagem devem ser denunciados ao SMetal.

“Podem conversar com nós do CSE ou ligar diretamente no Sindicato, para fazer denúncia anônima. Vamos apurar o que está acontecendo”, afirmou.

O secretário-geral do sindicato, Silvio Ferreira, também abordou a importância de todos os metalúrgicos participarem das assembleias da categoria, que ocorrem no sindicato. Sejam as assembleias com todos da categoria ou as específicas por fábrica.

Deixe seu Recado