SMetal

Imprensa

Araçariguama

Subsede da CUT apoia população em defesa do Ribeirão do Colégio

Quarta-feira, 10 de Junho de 2015 - Atualizado em 27/12/2016 13:55
Imprensa SMetal

,
Moradores promoveram ato público em Araça no dia 30 de maio contra a instalação do aterro sanitário
A população de Araçariguama está inconformada com a ameaça de instalação de aterro sanitário no bairro Butantã, região com nascentes que desenbocam do Ribeirão do Colégio, responsável pelo abastecimento da cidade.

No final do mês passado os vereadores da Câmara de Araça aprovaram um projeto do Executivo que permite o empreendimento nessa área.

A população se uniu em torno do Movimento Defesa do Ribeirão do Colégio e provoca ações contra essa iniciativa. Entre os membros, está o administrador de empresas Robson Navarro Diniz. Ele explica que a área foi comprada por uma empresa e somente nessa área se localizam cinco nascentes.

Ao mesmo tempo em que a Câmara aprovou o projeto do prefeito Roque Hoffman (PSDB), que autoriza a construção do popularmente conhecido "lixão", os vereadores aprovaram também um projeto popular que é contra a iniciativa. "Os vereadores aprovaram os dois projetos, possivelmente, como uma estratégia para ‘empurrar' para o prefeito a missão de promulgar ou vetar o projeto de seu interesse, e em tese ficarem ‘livres' da pressão popular, mas perante a população isso não funcionou", explica Diniz.

Ainda segundo Diniz, "apesar de o local ser nitidamente impróprio para essa finalidade, a empresa interessada está prosseguindo com o licenciamento e avançando com seu objetivo de instalar o referido aterro".

O movimento promoveu uma manifestação no sábado, dia 30 de maio, que contou com o apoio da subsede Sorocaba da CUT (Central Única dos Trabalhadores), que auxiliou com o envio de um carro de som. O coordenador da subsede, Joselito Mansinho da Silva, esteve presente e ressalta ser "um absurdo aprovarem um projeto, contra o meio ambiente, dessa proporção".

 

,
Imagem

Manifestação denunciou risco de contaminação do Ribeirão do Colégio, que abastece a cidade. (foto) Robson Navarro

Deixe seu Recado