SMetal

Imprensa

Estado de emergência

Sorocabanos vão ficar sem água nas torneiras até segunda-feira

Quarta-feira, 01 de Fevereiro de 2017 - 18:58 - Atualizado em 02/02/2017 13:08
Imprensa SMetal

Divulgação,
Divulgação
Devido ao rompimento de uma adutora que transporta água de Votorantim para Sorocaba, o prefeito sorocabano José Crespo (DEM) decretou estado de emergência no município na tarde desta quarta-feira, dia 1º. De acordo com o prefeito, o abastecimento de água deverá estar normalizado para os sorocabanos somente na segunda-feira, dia 6.

Para minimizar os transtornos causados pela falta de água nas torneiras, a Prefeitura pediu o apoio da Sabesp, que deverá disponibilizar 50 caminhões-pipa para retirar água de uma represa no Éden e levá-la até escolas do município.  

Os nomes das escolas que também podem servir como pontos de distribuição de água para a população ainda serão definidos, de acordo com o grau de desabastecimento de cada região da cidade.

Os reparos na adutora serão efetuados por uma empresa contratada em regime emergencial. Mas funcionários do Saae também vão trabalhar no local para agilizar as obras.

Após o início dos trabalhos, o conserto deve estar concluído em 48 horas. Mas a normalização do abastecimento nas torneiras pode demorar alguns dias a mais.

Na coletiva à imprensa, na tarde desta quarta, Crespo pediu que a população economize água e comparou os esforços para minimizar o impacto da falta de água a um esforço de guerra.

O rompimento da adutora aconteceu por causa das fortes chuvas que atingiram a região na noite de ontem, dia 31. O tubo tem 800 milímetros de diâmetro e o local do rompimento fica no bairro São João, em Votorantim.

Deixe seu Recado