SMetal

Imprensa

Coronavírus

Sorocaba registra circulação de uma nova variante do coronavírus

O que se sabe, até o momento, é que se trata de uma variante similar à sul-africana, que ainda não havia sido mapeada em território brasileiro; a cidade registrou hoje 482 novos casos e 28 óbitos

Quarta-feira, 31 de Março de 2021 - 18:30 - Atualizado em 01/04/2021 16:58
Imprensa SMetal

carolzinha, 2021, imprensa, Freepik
Nova variante é parecida com a encontrada na África do Sul Freepik
Nesta quarta-feira, uma nova variante do coronavírus foi identificada em Sorocaba. O Governo do Estado de São Paulo anunciou, em coletiva de imprensa, que a paciente, de 34 anos, não tem histórico de viagem recente para a África do Sul e não teve contato com pessoas que estiveram no país.

“É uma variante assemelhada à variante da África do Sul, embora não haja histórico de viagem ou de contato com viajantes da África do Sul, portanto existe a possibilidade de que seja uma evolução da nossa P.1 para essa nova mutação da África do Sul”, afirmou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, em coletiva de imprensa.

Segundo dados iniciais, os cientistas encontraram um outro tipo de “assinatura” nesta variante, que destoa da sul africana. Isso, somado ao fato de que a mulher infectada não fez viagem recente ao país, levantou a possibilidade de que pode se tratar de uma evolução da P.1 – a variante brasileira identificada em Manaus, que é, pelo menos, 90% mais contagiosa.

Covid-19 hoje 

Sorocaba registrou nesta quarta-feira mais 482 novos casos da doença. Ao todo, são 43.700 registros de pessoas infectadas pelo coronavírus. Os óbitos chegaram a 1114 casos e, somente hoje, são 28 vidas perdidas durante a pandemia que já se estende por mais de um ano no país. 

Na última sexta-feira, 26, o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) havia divulgado o número de 1008 mortes. Hoje, em um intervalo de apenas seis dias, já são 106 pessoas que faleceram em virtude da covid-19. 

Os leitos clínicos e de UTI, tanto na rede pública, quanto nos hospitais privados, estão em sua maioria ocupados e a cidade registra pessoas na fila de espera para as duas modalidades. Saiba a disponibilidade dos leitos:

carolzinha, 2021, imprensa, Secom Sorocaba
Em Sorocaba, saúde está em colapso Secom Sorocaba

 

Deixe seu Recado