SMetal

Imprensa

Saúde

Sorocaba registra 46 novos casos de dengue em 18 dias

Quarta-feira, 16 de Março de 2016 - 17:16 - Atualizado em 27/12/2016 14:35
Jornal Cruzeiro do Sul

,
A doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti
Em pouco mais de duas semanas (18 dias), Sorocaba contabilizou 46 novos casos de dengue, totalizando assim 142 registros da doença entre 5 de julho de 2015 e o último dia 12, conforme o último boletim epidemiológoco divulgado nesta quarta-feira (16) pela Secretaria Municipal de Saúde (SES). De acordo com o secretário Francisco Antônio Fernandes, a incidência da doença na cidade é de 22,02 casos a cada 100.000 habitantes. No mesmo período entre os anos 2014 e 2015, esse índice era de 4655,45.

Os dados apontam que todas as regiões da cidade estão em fase inicial de transmissão da dengue, considerando os números de casos. A preocupação maior fica por conta da zona noroeste -- que concentra bairros como a Vila Barão, o Lopes de Oliveira, o São Guilherme e o Parque São Bento -- onde o número de casos já chega a 25. Se houver mais um registro, a região passará a ser classificada como em estado de alerta pelos critérios do Ministério da Saúde.

Também foi confirmado mais um caso de febre chikungunya, totalizando 12 casos. Além dos casos confirmados, há outros 14 suspeitos em investigação. Em relação ao vírus zika, não houve registros de novos casos e a cidade continua com dois registros confirmados por exame laboratorial (ambos importados) e quatro confirmados pelos critérios clínicos. Outros 24 casos suspeitos estão sendo investigados

Microcefalia

O primeiro caso de microcefalia registrado no ano em Sorocaba, divulgado no último dia 24, não tem relação com o vírus zika, conforme confirmaram exames de sangue nã mãe e na placenta do bebê. Outra gestante com suspeita de microcefalia, cuja notificação foi feita no começo de dezembro, aguarda o nascimento para a confirmação, o que deve ocorrer até abril, segundo o secretário.

Outros dois casos estão sendo investigados, mas as gestantes em questão não viajaram para outros estados e aguardam o resultado de exames.

Deixe seu Recado