SMetal

Imprensa

Covid-19

Sorocaba chega a 1.064 mortes e Manga anuncia antecipação de feriados

Serão sete dias de feriado prolongado, entre 31 de março, quarta-feira, e 6 de abril, terça; SMetal aponta que medida não resolve o problema e segue cobrando as empresas da base para um lockdown

Segunda-feira, 29 de Março de 2021 - 21:00 - Atualizado em 29/03/2021 21:15
Imprensa SMetal

marco, 2021, imprensa, Caroline Queiróz Tomaz/Imprensa SMetal
Manga disse que haverá multa para quem desrespeitar regras nos supermercados Caroline Queiróz Tomaz/Imprensa SMetal
Com 1.064 mortes confirmadas em Sorocaba em decorrência da Covid-19, o prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) anunciou a antecipação de feriados na cidade, na noite desta segunda-feira, 29. Serão sete dias de feriado prolongado, entre a quarta-feira, 31, e a terça-feira, 6 de abril, contando a Sexta-feira Santa e o final de semana.

Na última sexta-feira, 26, Sorocaba chegou a mais de mil mortes pelo coronavírus em cerca de um ano de pandemia. De lá para cá, a cidade registrou mais 56 vidas perdidas. Além disso, a prefeitura aponta que os hospitais, tanto públicos quanto privados, operam com 100% da capacidade (veja o quadro abaixo).

Restrições

De acordo com Manga, nesse período de antecipação dos feriados, o comércio deve ficar fechado e o sistema de drive-thru não vai funcionar, além disso os ônibus vão rodar com horário de domingo e com controle de acesso.

As UBS’s ficarão fechadas e o atendimento de saúde será apenas para urgência e emergência. Os postos de combustíveis continuam funcionando de segunda a sábado, das 6h às 20h, e fecham aos domingos. 

O prefeito também adiantou que haverá multa para quem descumprir a regra de uma pessoa por família nos supermercados. O decreto com o valor da penalidade será publicado nesta terça-feira, 30, e, segundo Manga, pode chegar a R$ 20 mil.

As regras para os supermercados e mercados de Sorocaba permitem 40% das vagas de estacionamento, uma pessoa por família no interior do estabelecimento e 60% da capacidade.

Manga também afirmou que estuda medidas para amenizar a crise para os comerciantes e disse que pediu um estudo para a criação de um auxílio municipal. 

SMetal cobra lockdown

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Leandro Soares, as medidas não são suficientes para minimizar a situação crítica em que a cidade e o país se encontram. “Feriado dá a sensação de festa, de descanso e lazer e não é este o caso. Estamos de luto pelas vidas perdidas e precisamos parar completamente a cidade nos próximos dias, do contrário corremos o risco de ter esse feriado prolongado e não diminuir a lotação dos hospitais e o número de mortes”.

Leandro também lembrou que o Sindicato está cobrando responsabilidade das empresas da base para que paralisem a produção imediatamente. “Estamos em intensa negociação para colocar os metalúrgicos seguros em casa, mas temos encontrado dificuldades. A situação é bastante série e estamos diante de uma situação de vida ou morte”.

Em relação a antecipação dos feriados anunciada por Manga, Leandro explica que vale o que está na convenção coletiva. “Como as empresas não atenderam a proposta do Sindicato, os trabalhadores que tiverem que trabalhar entre os dias 31 de março e 6 de abril recebem 100% de hora extra, como estabelece nossa convenção coletiva”.

 

Veja a situação dos hospitais em Sorocaba 

2021, imprensa,
2021

Deixe seu Recado