SMetal

Imprensa

Direitos Humanos

SMetal repudia qualquer violência contra mulher

Quarta-feira, 01 de Junho de 2016 - 11:08 - Atualizado em 27/12/2016 14:48
Imprensa SMetal

,
É preciso se posicionar contra essa barbárie, que ganhou repercussão nacional e multiplicou comentários em corredores de fábricas e redes sociais
Não é tolerável a tentativa de se justificar um crime, como o estupro, tipificado no código penal. Trata-se de uma questão de dignidade e de respeito à vida humana.

É preciso se posicionar contra essa barbárie, que nesta semana ganhou repercussão nacional e multiplicou os comentários nos corredores das fábricas e nas redes sociais.

Nós, da diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) lutamos contra "a cultura" do abuso de poder patriarcal, machista que deturpa os valores de uma sociedade vulgarizando o corpo da mulher.

Nenhuma mulher é mercadoria, nenhum corpo é público. O estupro é um crime hediondo que deve ser condenado em todas as instâncias. Repudiamos a omissão do delegado que não considerou o crime praticado contra uma jovem violentada mais de 30 vezes, no Rio de Janeiro.

Nada justifica essa barbárie. Não importa a roupa nem as atitudes que a jovem em questão tenha tomado. Nenhuma mulher em momento algum deve ser alvo de violência. Infelizmente, o índice é triste, a cada 11 minutos uma mulher sofre esse abuso hediondo.

Temos compromisso com a justiça social, com a luta das mulheres e por uma sociedade que se livre da violência machista, que tenta justificar o absurdo. Nós trabalhadores temos que trabalhar por um mundo melhor, para todos!

Deixe seu Recado