SMetal

Imprensa

Por mais investimentos

SMetal reforça necessidade de política industrial para gerar empregos

Quarta-feira, 25 de Setembro de 2019 - 15:08 - Atualizado em 25/09/2019 16:48
Imprensa SMetal

, Foguinho/ Imprensa SMetal
O presidente do SMetal, Leandro Soares, usou a tribuna popular da Câmara para pedir apoio aos vereadores na luta por mais investimentosFoguinho/ Imprensa SMetal
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Leandro Soares, usou a Tribuna Popular na Câmara Municipal, nesta terça-feira, dia 24, para abordar a busca de investimentos na Toyota e pedir apoio dos vereadores na luta por uma política industrial que gere desenvolvimento em Sorocaba e região.

A Toyota anunciou no Japão, no dia 19, o investimento de R$ 1 bilhão, que vai gerar 300 empregos diretos, para a planta de Sorocaba, graças à reivindicação do sindicato pela plataforma global.

A defesa pela implantação da plataforma na montadora, em Sorocaba, foi feita por meio de um documento entregue pelos dirigentes sindicais, em julho, ao CEO da Toyota América Latina e Caribe, Masahiro Inoue, e ao presidente da companhia no Brasil, Rafael Chang, em visita ao SMetal.

O presidente do SMetal, Leandro Soares, e o secretário-geral da entidade, Silvio Ferreira, estiveram no Japão para participar do anúncio.  

Compromisso por empregos e direitos

Durante a sessão ordinária na Câmara, nesta terça, dia 24, Leandro usou a Tribuna Popular para destacar o compromisso assumido pelo sindicato na luta por geração de empregos, que inclui a busca desses investimentos para beneficiar demais setores da indústria em Sorocaba e região e colocou a entidade à disposição dos vereadores para dialogar e debater qualquer política que venha trazer desenvolvimento e manter os atuais benefícios dos trabalhadores.

Com o intuito de continuar a luta por geração de empregos e na busca por novos investimentos para diversos segmentos da indústria local, o secretário de organização do SMetal, Izídio de Brito, junto com o Leandro Soares, estão com reunião agendada com representantes do Ciesp (Centro de Indústrias do Estado de São Paulo), nesta semana.

“É preciso buscar parcerias para cobrarmos uma política industrial no país, para que o PIB volte a crescer e que sejam gerados postos de trabalho em todos os segmentos”, pontua Izídio.

 

Deixe seu Recado