SMetal

Imprensa

Assembleia

SMetal luta por novos investimentos e projetos na Toyota

Dirigentes sindicais informaram também sobre o andamento da Campanha Salarial e a ida ao Japão para reivindicar novos projetos para a planta

Quinta-feira, 05 de Setembro de 2019 - 17:19 - Atualizado em 05/09/2019 19:40
Imprensa SMetal

leandro, toyota, Foguinho/ Imprensa SMetal
O presidente do SMetal, Leandro Soares, falou sobre a ida ao Japão para buscar novos investimentos e projetosFoguinho/ Imprensa SMetal
O SMetal realizou assembleia nesta quinta-feira, dia 5, com os trabalhadores da montadora Toyota, em Sorocaba, para colocar em votação mudança no Calendário de Dias-Pontes e informar sobre o andamento da Campanha Salarial.

O presidente do SMetal, Leandro Soares, relembrou rapidamente o histórico de luta do sindicato pela criação de mais postos de trabalho na planta, desde a ida do SMetal até o Japão para reivindicar investimentos, em 2017, resultando na criação do terceiro turno até a ampliação de direitos. Leandro citou como exemplo o vale-compra. “A Toyota de Sorocaba é a única a ter esse benefício, que foi conquistado após muita mobilização”, destacou.

Mas com a queda nas exportações por conta da crise na Argentina e também pela falta de política industrial por conta do governo brasileiro, houve, infelizmente o término do terceiro turno com a não renovação dos contratos temporários.

Dentro desse contexto, a montadora apresentou uma lista de 20 itens para flexibilização nos direitos. Leandro explicou que em negociação da Campanha Salarial o sindicato conseguiu a garantia, assinada em documento, de que a montadora não mexerá em nenhuma cláusula social até que a negociação da Campanha Salarial deste ano seja encerrada.

“Conforme publicamos na Folha Metalúrgica desta semana, em reunião nesta quarta-feira, 4, com os representantes da Toyota, conseguimos o compromisso de que será respeitado o Acordo Coletivo de Trabalho vigente, mesmo com a reforma trabalhista tendo acabado com a ultratividade, que garantia a validade do acordo até que um novo fosse assinado”, explicou Leandro.

Já houve duas reuniões da Campanha Salarial e o índice da inflação de agosto deve sair nesta sexta-feira, dia 6, que dará base para o cálculo do período da data-base, que é  1º de setembro.

Investimentos e novos projetos

Além desse compromisso, em reunião realizada no SMetal, os representantes da Toyota com a diretoria do SMetal firmaram uma viagem ao Japão para o próximo dia 14 para a busca de investimentos e novos projetos. “Iremos nos encontrar com o sindicato dos trabalhadores da Toyota e alguns executivos da matriz para reforçar o compromisso do SMetal com a planta de Sorocaba e continuar reivindicando a plataforma global para que venham novos projetos e investimentos”, ressaltou o presidente do SMetal. 

Durante a assembleia, foi enfatizada a importância da cadeia produtiva da montadora, que repercute em geração de empregos em sistemistas e outras autopeças, por exemplo.

Calendário

, Foguinho/ Imprensa SMetal
A proposta de mudança no calendário foi aprovada pelos trabalhadoresFoguinho/ Imprensa SMetal
Após as informações sobre o andamento da Campanha Salarial e sobre a ida à Nagoya, no Japão, para se lutar pela plataforma global, o secretário-geral do SMetal, Silvio Ferreira, apresentou a proposta de mudança no Calendário de Dias-Pontes.

Silvio explicou que com mais de quatro mil carros no estoque a montadora precisa diminuir a produção e para que não haja mais demissões o sindicato negociou uma proposta de quatro dias de folga, sendo nos sábados: 14 de setembro, 5 e 11 de outubro e 23 de novembro. Mas, com pagamento apenas de três deles, sendo descontados os dias 31 de outubro, dezembro e janeiro de 2020.

O dia 11 de outubro será dado aos trabalhadores como contrapartida da mudança no calendário. A proposta foi aprovada pelos trabalhadores de todos os turnos.

Shut down

Conforme previsto no calendário desde o começo do ano, os trabalhadores terão férias entre 14 e 18 de outubro para que a planta possa fazer os ajustes nas linhas. “Esses ajustes estão sendo feitos em todas as plantas da Toyota, independente de qual receba a plataforma global”, explicou Silvio.

A Toyota em Sorocaba tem aproximadamente 2000 trabalhadores e produz os modelos Etios e Yaris.

Deixe seu Recado