SMetal

Imprensa

Opinião

SMetal é contra política golpista de Temer que só traz caos ao país

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018 - 16:51 - Atualizado em 24/05/2018 19:36
SMetal

,
É preciso protestar agora contra o projeto golpista liderado por Temer. Chega de cortes de investimentos para a população e lucros abusivos para o capital financeiro
Os meios de comunicação no Brasil chegaram a elogiar o governo golpista de Temer por ter “modernizado” a Petrobras, por ela estar sendo dirigida como uma empresa com princípios de mercado.

Mas, essa escalada de aumentos nos combustíveis só demonstra o fracasso para o país diante a tentativa de privatizar um setor fundamental para a economia, como o do petróleo.

Por que sobem os preços e dificulta a vida da população? Porque a política de Temer e de seus aliados é o de privilegiar os lucros do capital financeiro. A política de Pedro Parente colocado por Temer à frente da Petrobras é a de deixar os preços flutuarem e o povo brasileiro que se vire. O governo ilegítimo não está ligando nem para o pequeno, médio empresariado brasileiro.

Somos contra a privatização da Petrobras e de outros setores que são fundamentais para o desenvolvimento do Brasil. Somos contra esse governo que entrou no poder via golpe, em 2016, inventando motivos para um impeachment da presidente Dilma.

E que agora dá mostras mais que visíveis de uma política irresponsável e incompetente e que já está trazendo o caos para os trabalhadores de todo o país.

Em cidades de todos os estados há filas enormes nos postos de combustíveis, há supermercados restringindo número de itens por compra. Há indústrias parando a produção, como em Sorocaba, com a montadora Toyota e suas sistemistas, a CNH/Case e outras de grande porte.

Temer além de não ter uma política de desenvolvimento para o país, ainda prejudica a que tenta sobreviver apesar da crise.

Os caminhoneiros estão bloqueando estradas desde segunda-feira, dia 21, num protesto legítimo contra o aumento. Nós do SMetal apoiamos o protesto, seguindo nossa Central Única dos Trabalhadores (CUT), e acreditamos que todos os setores devem se mobilizar não só contra os sucessível aumento de gás, de combustível, de energia, do custo de vida, mas protestar contra esse projeto do governo que não nos representa!

Fora Pedro Parente da Petrobras! Fora Temer! Estamos prontos para sair às ruas novamente, quantas vezes forem necessárias para lutar pela democracia do nosso país.

Acuado, Temer pode até reduzir o valor dos impostos para baixar o diesel, para os caminhoneiros liberarem as rodovias, mas nós trabalhadores temos que exigir mais. Não é só o diesel. É a falta de políticas públicas, é o corte nos investimentos sociais!

Precisamos de eleições diretas e livres porque só um governo popular e democrático pode controlar o preço dos combustíveis e acabar com esse caos instalado.

Chega dessa política neoliberal - defendidas por MDB e PSDB - que faz com que o mercado e não o Estado regule os preços e que representa apenas uma elite econômica, deixando os trabalhadores em filas enormes atrás de emprego, de atendimento na saúde, e agora, atrás até de combustível.

O golpe de 2016 só trouxe índices vergonhosos de miséria. Somos mais que números, somos cidadãos e vamos continuar nos mobilizando para ver nosso país soberano, livre de golpistas. Pátria livre, Venceremos!

Deixe seu Recado