SMetal

Imprensa

SMetal no Japão

Sindicato busca novos investimentos e projetos para a Toyota

Por mais projetos, investimentos e postos de trabalho na Toyota em Sorocaba, dirigentes do SMetal viajam ao Japão, na próxima semana, para reivindicar a implantação da plataforma global na montadora local

Quinta-feira, 12 de Setembro de 2019 - 10:32 - Atualizado em 12/09/2019 10:45
Imprensa SMetal

toyota, smetal, sorocaba, assembleia, investimento, Foguinho/Imprensa SMetal
Em assembleia na quinta, 5, o SMetal informou aos trabalhadores da Toyota sobre a viagem ao Japão em busca de investimentos para a planta de SorocabaFoguinho/Imprensa SMetal
Mais projetos e investimentos na planta da Toyota em Sorocaba significa geração de postos de trabalho na montadora e também em toda a cadeia produtiva, com reflexos positivos nas sistemistas e em outras fábricas metalúrgicas da região.

Por isso, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos (SMetal), Leandro Soares, e o secretário-geral, Silvio Ferreira, estarão no Japão, na próxima semana, para reafirmarem o compromisso do Sindicato com a planta de Sorocaba e buscar novos projetos e investimentos.

“No Japão, nos encontraremos com o Sindicato dos Trabalhadores da Toyota e alguns executivos da matriz para reforçar o compromisso do SMetal com a planta e continuar reivindicando a plataforma global para que venham novos investimentos para Sorocaba”, ressaltou Leandro Soares.

Em assembleia realizada com os trabalhadores na última quinta-feira (foto), dia 5, Leandro relembrou o histórico de luta do Sindicato pela criação de mais postos de trabalho na planta, desde a ida do SMetal até o Japão, em 2017, para reivindicar investimentos e que resultou na criação do terceiro turno, até a ampliação de direitos, como o vale-compra. “A Toyota de Sorocaba é a única a ter esse benefício, que foi conquistado após muita mobilização”, destacou.

Mas com a queda nas exportações devido a crise na Argentina e também pela falta de uma política industrial do governo brasileiro, houve o término do terceiro turno com a não renovação dos contratos temporários.

Durante a assembleia, os trabalhadores aprovaram ainda a mudança no calendário de dias-pontes e foram informados sobre o andamento da Campanha Salarial.

 

 

 

Deixe seu Recado