SMetal

Imprensa

Eleições 2010

Serra recorre à censura para calar CUT e Revista do Brasil

Ministro Joelson Dias determinou que a CUT suspendesse a distribuição da edição de setembro do Jornal da CUT

Segunda-feira, 18 de Outubro de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:54
Imprensa SMetal

O candidato a presidente pelo PSDB, José Serra, representante da velha política brasileira, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para censurar a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e a Revista do Brasil.

Pelo menos parte do intuito Serra conseguiu. Com base na reclamação do tucano, o ministro Joelson Dias determinou que a CUT suspendesse a distribuição da edição de setembro do Jornal da CUT.

No mesmo despacho, o ministro também impediu a divulgação da referida publicação no site da central sindical e no site da Revista do Brasil.

Para censurar à Central e a revista, José Serra alegou que a CUT e outras entidades sindicais estariam patrocinando a produção de 'farto material' impresso e via internet para promoção da presidenciável do PT, Dilma Rousseff.

Além da censura, Serra pediu, também, a Justiça buscasse e apreendesse os materiais, mas o ministro considerou desnecessária a busca e a apreensão.

Joelson negou, também, um pedido de liminar para que a CUT e a editora apresentem documentos referentes à contratação da produção das referidas publicações e a empresa gráfica em que foram confeccionados.

O ministro indeferiu, ainda, pedido do tucano para que o processo corresse em segredo de Justiça até a conclusão das investigações.

A coligação de José Serra queria, também, que a Justiça multasse a CUT e a Revista do Brasil em até R$ 30 mil pela publicação.

Deixe seu Recado