SMetal

Imprensa

Lixo

Secretário de Lippi vai à Câmara explicar problemas relacionados ao lixo em Sorocaba

Quarta-feira, 17 de Março de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:52
Folha Metalúrgica

,
Vereador Izídio de Brito (PT) defende remuneração de catadores

A mesa diretoria da Câmara, por iniciativa do vereador Izídio (PT), convidou o secretário municipal de parcerias, Roberto Juliano, para explicar, nesta quinta-feira, dia 18, às 13h, questões relacionadas à coleta e destinação do lixo em Sorocaba.

Um dos temas deverá ser um projeto de lei apresentado por Izídio em 2009 (PL 196/2009), que prevê a remuneração dos catadores de materiais recicláveis, pela prefeitura, nos mesmos valores hoje pagos a uma empresa particular para coletar o lixo comum (R$ 103 por tonelada recolhida e despejada no aterro).

"A prefeitura não vai gastar nenhum centavo a mais para ampliar e disciplinar a coleta seletiva. E ainda vai gerar renda para os catadores organizados em cooperativas", afirma o vereador.

Outra questão a ser esclarecida por Juliano aos vereadores é as providências que a Prefeitura vem tomando para encontrar outro aterro sanitário, visto que o atual, no Retiro São João, deverá ser encerrado em agosto deste ano, por ordem da Cetesb.

Izídio também pretende questionar o secretário Juliano sobre a coleta e o tratamento do lixo hospitalar na cidade.

 

Outros secretários

Além de Juliano, deverão comparecer à Câmara na tarde desta quinta os secretários Anderson Santos (Cultura) e José Milton da Costa (Segurança Comunitária). Eles vão prestar esclarecimentos sobre consumo de álcool por adolescentes e brigas durante evento da prefeitura, no último dia 7, no Parque dos Espanhóis.

Deixe seu Recado