SMetal

Imprensa

Suspensão do contrato

Saúde e renda: Trabalhadores do grupo de risco da Bosch aprovam acordo

Prorrogação da suspensão do contrato de trabalho foi aprovada com 87,5% dos votos favoráveis; como no acordo anterior, ficam mantidos os salários líquidos ou próximo desse valor e todos os direitos

Terça-feira, 10 de Novembro de 2020 - 12:07
Imprensa SMetal

bosch, assembleia, suspensão, contrato, trabalho, sindicato,, Arquivo/Foguinho Imprensa SMetal
A Robert Bosch é líder mundial no setor de autopeças e a planta de Sorocaba fica no bairro IporangaArquivo/Foguinho Imprensa SMetal
Para garantir a manutenção dos salários e a saúde dos trabalhadores que fazem parte do grupo de risco da Covid-19 na Robert Bosch, o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) negociou a prorrogação do acordo de suspensão do contrato de trabalho, que foi aprovada em assembleia eletrônica, disponível entre os dias 9 e 10 de novembro.

O acordo abrange 18 funcionários horistas que trabalham em funções que não podem ser exercidas em home office (teletrabalho). Como nos acordos anteriores, durante o período de suspensão dos contratos – que pode ser de até 60 dias – ficam mantidos os salários líquidos ou próximo a esse valor e todos os direitos.

Além disso, explica o membro do Comitê Sindical da Bosch e dirigente sindical, Wagner Bueno, o tempo da suspensão não será considerado para fins de desconto no período aquisitivo das férias nem de concessão do 13º salário. O novo acordo começa a valer em 1º de dezembro.

“A pandemia da Covid-19 ainda não acabou. Por isso, o SMetal continua empenhado em manter os trabalhadores em segurança, seja na fábrica, com a cobrança de medidas de proteção, ou em isolamento em casa, para casos de funcionários que correm mais riscos caso contraiam o vírus”, enfatiza.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), fazem parte do grupo de risco pessoas com doenças crônicas como diabetes, hipertensão, câncer e problemas respiratórios, além de idosos e gestantes.

Assembleia eletrônica

Preocupada com a saúde e a segurança dos trabalhadores da categoria, mesmo com a quarentena flexibilizada em várias regiões do país, inclusive em Sorocaba, a diretoria do SMetal decidiu manter as assembleias à distância, para evitar os riscos de contaminação pela Covid-19.

A ferramenta de votação eletrônica começou a ser utilizada em abril deste ano. Com ela, o Sindicato mantém o caráter democrático e transparente das assembleias presenciais, além de oferecer total segurança e sigilo ao trabalhador.

Na assembleia da Bosch, dos 18 trabalhadores que fazem parte do acordo e tinham direito a voto, 16 participaram da votação (88,89%) – sendo 14 (87,5%) favoráveis à proposta, 1 (6,25%) contrário e 1 (6,25%) abstenção.

Deixe seu Recado