SMetal

Imprensa

Políticas Públicas

São Bernardo assina decreto do trabalho decente

A cidade é a primeira do país a fazer parte da agenda da Organização Internacional do Trabalho (OIT)

Segunda-feira, 17 de Maio de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:53
Tribuna Metalúrgica ABC

Prestadoras e tomadoras de serviços públicos e obras em São Bernardo do Campo terão, daqui por diante, de se comprometer com a qualidade de vida dos trabalhadores.

O prefeito da cidade, Luiz Marinho assinou, na última quarta-feira, o decreto do Trabalho Decente definido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

“Não é apenas assinar a carteira de trabalho. Trata-se das empresas assumirem um compromisso com condições de trabalho seguras, com salários compatíveis e proteção social”, disse.

A partir de agora, as empresas terão de respeitar essas premissas para participar de licitações públicas. As que já prestam serviços terão de se enquadrar às determinações da OIT.

A assinatura do decreto aconteceu no canteiro de obras do conjunto habitacional Três Marias, no Bairro Cooperativa. O local foi escolhido porque no setor da construção civil os trabalhadores são mais vulneráveis à exploração da mão de obra. No canteiro, são 220 operários que erguem um conjunto de 1.726 apartamentos, financiados pelo PAC da Habitação.

ABC faz conferência sobre o tema

Começou nesta quinta, 13, e termina amanhã, 14, a Conferência de Trabalho Decente no ABC. Nela será instalado um conselho gestor formado por representantes do poder público, empresas e trabalhadores para analisar os problemas relacionados à qualidade do trabalho e apresentar propostas par resolvê-los. Entre os problemas a serem analisados estão a informalidade, as diferenças salariais, acidentes e o desemprego de jovens, entre outros.

Deixe seu Recado