SMetal

Imprensa

Reforma Trabalhista

Saiba como proceder após nova legislação entrar em vigor

Quinta-feira, 16 de Novembro de 2017 - 10:28 - Atualizado em 16/11/2017 10:46
Imprensa SMetal

,
O governo Temer (PMDB) passa por cima da democracia e impõe retrocesso ao Brasil
A Reforma Trabalhista começou a vigorar no sábado, dia 11, apesar de ter sido totalmente reprovada pelos trabalhadores e pela sociedade organizada, incluindo entidades como CNBB e Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados).

O SMetal produziu diversos materiais, desde um jornal específico sobre as mudanças na legislação, até vídeos, que podem ser encontrados no portal www.smetal.org.br/campanhasalarial2017  para alertar sobre os prejuízos que a reforma causaria na vida do trabalhador.

Os dirigentes sindicais ressaltam que a comunicação com o Sindicato é fundamental em caso de problemas em relação aos direitos. Por isso, o canal de denúncia no site está disponível ou pode-se contatar os diretores nas empresas, nas sedes ou pelo telefone (15) 3334-5415.

 

RECOMENDAÇÕES

a) Não assinar nenhum documento que altere as relações de trabalho. Se houver alguma proposta por escrito, tire uma cópia, peça um tempo para pensar e entre em contato o Sindicato.

b) se a empresa o obrigar a assinar alguma alteração no contrato de trabalho, e se o trabalhador não conseguir se opor, escrever “ciente”, assinar, levar uma cópia e entrar em contato com o Sindicato.

c) se houver qualquer comunicado interno de mudança nas relações de trabalho – relativo a jornada de trabalho, férias, escalas etc. – entre imediatamente em contato com o Sindicato.

d) se o trabalhador for demitido pela empresa, assinar apenas o “comunicado simples de demissão”, escrevendo “ciente”. Qualquer outro documento estabelecendo condições para a demissão não deve ser assinado! Em caso de demissão, o trabalhador deve imediatamente avisar o Sindicato e buscar orientação para o seu caso.

e) se a empresa efetuar qualquer demissão em massa, pedir imediatamente apoio do Sindicato.

 

Pela anulação da reforma

O SMetal defende que a saída é a revogação da Lei 13.467 e da lei da terceirização e, por isso, a entidade segue colhendo assinaturas ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) para anular a reforma. Vá até a sede com o número do título eleitor e assine.

O SMetal fica na rua Julio Hanser, 140, Lageado. Mais informações: (15) 3334-5415.

Deixe seu Recado