SMetal

Imprensa

Contra a violência

Roger Waters, ex-Pink Floyd, protesta contra Bolsonaro durante show

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2018 - 10:02 - Atualizado em 10/10/2018 10:27
Rede Brasil Atual

, Mídia Ninja
Ex-músico da banda inglesa Pink Floyd, Roger Waters manifesta seu apoio à democracia e repúdio ao fascismo durante primeiro show de sua turnê brasileiraMídia Ninja
São Paulo – Em seu show na noite desta terça-feira (9) em São Paulo, o ex-integrante da banda inglesa de rock Pink Floyd, Roger Waters, exibiu no telão sobre o palco mensagens de alerta à onda fascista que ocorre em vários países do mundo, incluindo o Brasil e o candidato a presidente Jair Bolsonaro. Waters disse: "vocês têm uma eleição muito importante daqui a três semanas. Sei que isso não é da minha conta, mas devemos sempre combater o fascismo. Não dá para ser conduzido por alguém que acredita que uma ditadura militar pode ser uma coisa boa". 

Em reportagem, o jornal Folha de S.Paulo afirma que, durante a execução da música "Eclipse", já perto do encerramento do show, as palavras "#ELE NÃO" foram exibidas no telão. "A reação foi ensurdecedora. As quase 40 mil pessoas no estádio produziram uma mistura de poucos aplausos e muitas vaias". Relatos nas redes sociais afirmam que as manifestações foi igualmente divididas entre favoráveis e contrárias à manifestação de Waters.

Segundo a matéria, "em determinado momento, o texto no telão pediu resistência contra os neofascistas, exibindo uma lista de países, destacando um político de cada lugar. Entre outros, ao lado do presidente americano Donald Trump, da líder da extrema-direita francesa, Marie Le Pen. Os nomes do Brasil, ao lado do de Jair Bolsonaro encerravam a lista.

Waters se apresenta novamente no Allianz Parque na noite desta quarta (10). Depois sua turnê segue para Brasília (dia 13), Salvador (17), Belo Horizonte (21), Rio (24), Curitiba (27) e Porto Alegre (30).

Deixe seu Recado