SMetal

Imprensa

Participação

Proposta de PPR é rejeitada na Flex

Quinta-feira, 05 de Outubro de 2017 - 09:37 - Atualizado em 06/10/2017 10:20
Imprensa SMetal

, Foguinho/Imprensa SMetal
Após rejeição da proposta, empresa voltou a negociar com o SMetal.Foguinho/Imprensa SMetal
Os metalúrgicos da Flex, fabricante de eletroeletrônicos em Sorocaba, rejeitaram na segunda-feira, dia 2, uma proposta de Participação nos Resultados (PPR) apresentada pela empresa. Após a rejeição, a Flex retomou a negociação com o SMetal e uma nova assembleia deve acontecer esta semana.

A assembleia na segunda-feira foi realizada na entrada dos três turnos da produção e também com o pessoal do setor administrativo. O SMetal recebeu diversas denúncias de que representantes da empresa estariam pressionando os trabalhadores a aceitar a proposta.

Durante as assembleias os dirigentes sindicais comprovaram que os trabalhadores estavam sendo observados por supervisores, estavam sendo filmados e havia até mesmo um drone sobrevoando o local da votação.

“Além da proposta não ser satisfatória, a intimidação por parte da empresa contribuiu para a rejeição e a insatisfação dos trabalhadores e trabalhadoras. Não havia como o pessoal se sentir a vontade para exercer o direito de voto na assembleia”, afirma Valdeci Henrique da Silva, o Verdinho, vice-presidente do SMetal.

A expectativa da direção sindical agora é que a empresa melhore a proposta de PPR, não faça pressões internas  para forçar a aprovação e não tente intimidar os trabalhadores durante a assembleia.

Deixe seu Recado