SMetal

Imprensa

Fundição e Equipamentos

Proposta de PPR 2022 é aprovada pelos metalúrgicos da Metso

Votação aconteceu de forma presencial e eletrônica, para que trabalhadores em home office participassem; acordo foi negociado pelo SMetal, CSE e Comissão de PPR e teve aumento no valor fixo e variável

Quarta-feira, 13 de Abril de 2022 - 10:21
Imprensa SMetal

fundição, assembleia, ppr, metso, sorocaba, outotec, Daniela Gaspari / Imprensa SMetal
Assembleia presencial na planta da Metso FundiçãoDaniela Gaspari / Imprensa SMetal
Com crescimento no valor fixo e variável, foi aprovada pelos trabalhadores da Metso – Fundição e Equipamentos – a proposta de Programa de Participação nos Resultados (PPR) de 2022, negociada pela diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMeta), Comitê Sindical (CSE) e Comissão de PPR. O pagamento será realizado em parcela única, no mês de março de 2023, após a aferição das metas.

As votações para aprovação da proposta foram realizadas em duas etapas. A primeira, de forma presencial, aconteceu nesta terça-feira, dia 12, em todos os turnos das duas plantas. Funcionários do administrativo que estão em home office (trabalho remoto) puderam participar à distância, a partir do sistema de assembleia eletrônica desenvolvido pelo SMetal.

metso, equipamento, planta, assembleia, ppr, saldanha, Foguinho/Imprensa SMetal
Na Metso Equipamentos, assembleia aconteceu na tarde desta terça-feira, 12Foguinho/Imprensa SMetal
Dos 432 trabalhadores aptos a participar da votação pela internet, 296 (68,52%) participaram da assembleia. Desses, 287 (96,96%) foram favoráveis à proposta, 7 (2,36%) contrários e outros 2 (0,68%) preferiram se abster da decisão. A votação ficou disponível por 24h, entre os dias 12 e 13 de abril.

Na assembleia presencial, Francisco Lucrécio Junior Saldanha, falou sobre a importância da luta do Sindicato para que o PPR fosse igual para todos os trabalhadores. “É como uma engrenagem, cada um tem sua participação no resultado final e, portanto, o valor deve ser repartido de forma justa”, enfatizou.

O dirigente informou ainda sobre as negociações de pautas específicas dos trabalhadores da empresa referente à jornada e alertou sobre denúncias de abusos de encarregados de alguns setores que vem recebendo.

A proposta de PPR foi apresentada e colocada em votação pelo dirigente sindical Alessandro de Oliveira Lopes de Siqueira, CSE da Metso. Os valores e indicadores dos acordos de PPR não são divulgados para não influenciar outras negociações em andamento na categoria, nem expor o funcionário.

A Metso fica no bairro Iporanga, em Sorocaba, tem mais de 900 trabalhadores e faz fundição de ferro e aço.

 

Deixe seu Recado