SMetal

Imprensa

Sorocaba

PPR 2020 é aprovado na Toyota; estabilidade no emprego vai até dezembro

Apesar da crise e após intensa negociação do SMetal, acordo garante pagamento do PRR 2020; proposta aprovada também traz a garantia de manutenção dos empregos na montadora até dezembro deste ano

Sábado, 30 de Maio de 2020 - 17:06 - Atualizado em 30/05/2020 17:23
Imprensa SMetal

maio, 2020, imprensa, Foguinho/Imprensa SMetal
Trabalhadores da montadora votaram em assembleia virtualFoguinho/Imprensa SMetal
Os trabalhadores da montadora Toyota aprovaram o acordo do Programa de Participação nos Resultados (PPR) de 2020 em assembleia online, realizada entre a sexta-feira, 29, e o sábado, 30, no Portal SMetal.

De um total de 1.880 trabalhadores, 1.540 (81,91%) votaram na assembleia. Desses, 1.518 (98,57%) foram favoráveis, 6 (0,39%) contrários e 16 (1,04%) preferiram se abster.

A proposta de PPR 2020, negociada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), tem o pagamento da primeira parcela programado para junho deste ano. Um dos pontos importantes conquistado pelo Sindicato foi que o período em que os trabalhadores da montadora ficaram em suspensão de contrato e redução de jornada não afetou os valores a serem pagos este ano.

O presidente do SMetal, Leandro Soares, lembra que, por conta da crise causada pela Covid-19 (coronavírus), nenhuma negociação está sendo fácil. “Mesmo com queda de 42% no volume de produção da Toyota para este ano, buscamos a melhor negociação para os trabalhadores e, junto com CSE da empresa, conquistamos um bom acordo para o PPR 2020”.

Estabilidade de emprego até dezembro

Na mesma assembleia, os funcionários da Toyota aprovaram o acordo de redução de jornada em 50% por 30 dias, entre 25 de junho e 24 de julho. A negociação do SMetal garantiu que os rendimentos dos trabalhadores sejam maiores do que seriam apenas com a aplicação da MP 936.

Leandro explica que a principal conquista do acordo construído pelo Sindicato foi a estabilidade de emprego até dezembro. “Se aplicássemos somente a MP 936, do governo federal, os trabalhadores teriam estabilidade até 24 de outubro. Nós lutamos muito e conseguimos que os empregos estejam garantidos até dezembro, ou seja, dois meses a mais, o que é muito importante num momento de crise como este”.

Proteção ao trabalhador

O SMetal trabalhou desde o início da crise para preservar a saúde dos funcionários da montadora e, consequentemente, a de seus familiares, como ressalta o presidente do SMetal. “Quando a crise do coronavírus chegou ao Brasil, imediatamente pautamos a empresa para que colocasse os trabalhadores em férias coletivas. Num segundo momento, negociamos a suspensão de contrato e, agora, a redução de jornada. Sempre buscamos garantir maiores rendimentos do que a MP 936 previa. Assim, todos ficaram seguros em casa, preservando o maior bem, que é a vida, e tiveram renda e empregos garantidos”.

Segundo Leandro, o acordo firmado com a montadora é fundamental para o momento de crise e para projetar o futuro. “As negociações do Sindicato têm garantido que passemos por esse período que tanto tem afetado a economia com emprego e renda. E, além disso, dá segurança aos trabalhadores, que poderão fazer parte do projeto da Toyota, que prevê investimentos de R$ 1 bilhão na planta Sorocaba para implantação da plataforma TNGA, utilizada para a fabricação de diversos veículos da montadora”.

 

Deixe seu Recado