SMetal

Imprensa

Sessão ordinária

População demonstra indignação contra o descaso de Crespo na saúde

Quinta-feira, 17 de Maio de 2018 - 12:59 - Atualizado em 17/05/2018 18:29
Imprensa SMetal

crespo, saúde, camara, Fernanda Ikedo / Imprensa SMetal
Aos gritos de 'Fora Crespo', sorocabanos lotaram a Câmara Municipal para protestar as últimas ações do prefeito na área da SaúdeFernanda Ikedo / Imprensa SMetal
O fechamento da UPH da Zona Leste foi o principal assunto da sessão ordinária desta quinta-feira, 17, na Camara de Sorocaba. O vereador Francisco França, que também é o presidente do PT na cidade, propôs que se a Secretaria de Saúde e o chefe do executivo, Crespo (DEM), não encontrarem uma solução para a saúde de Sorocaba, os vereadores obstruam todo projeto do executivo.

“Proponho que todos os projetos de Crespo sejam barrados, porque não podemos aceitar essa incompetência da administração publica”, reforçou.

Com a galeria lotada, o público vaiou o vereador Irineu Toledo (PRB), que tentou defender a ação de Crespo. O público, formado por servidores municipais e trabalhadores da UPH Zona Leste, gritou “não tente confundir a população” e “fora Crespo”.

Atendimentos

A UPH da Zona Leste é uma unidade pré-hospitalar e os atendimentos oferecidos não há na rede básica de saúde. De acordo com a controladora de acesso da UPH Zona Leste, Patricia Ferreira Ifanger Cardoso, a gestão da unidade feita pelo BOS informou que, a partir de 14 de julho, os 283 trabalhadores estarão na rua.

“A Unidade faz 700 atendidos por dia. Há medicamentos que não tem nem nos hospitais, como os trombolíticos, para pacientes enfartados”, diz Patricia.

A vereadora Iara Bernardi (PT) ressaltou a necessidade de Crespo chamar os concursados para resolver o impasse e melhorar o atendimento à saúde. "Crespo continua mantendo o comportamento autoritário, sem dialogar com a população”.

Deixe seu Recado