SMetal

Imprensa

Por mais direitos e salário

Pauta da Campanha Salarial 2019 será entregue nesta quinta-feira

Os metalúrgicos de Sorocaba e região aprovaram na quarta-feira, dia 3, os cinco eixos e a pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2019, que será entregue pela FEM-CUT/SP aos sindicatos patronais nesta quinta, 4

Quinta-feira, 04 de Julho de 2019 - 09:17 - Atualizado em 05/07/2019 17:28
Imprensa SMetal

reivindicação, pauta, campanha, fem, salarial, assembleia, Foguinho/Imprensa SMetal
A pauta de reivindicações e os eixos da Campanha Salarial dos Metalúrgicos foram aprovadas em assembleia geral realizada na quarta-feira, dia 3, no SMetal SorocabaFoguinho/Imprensa SMetal
Com a entrega das pautas de reivindicações às bancadas patronais, que acontece nesta quinta-feira, 4, na Fiesp e no Sindipeças, em São Paulo, a Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT/SP) e sindicatos filiados dão início à Campanha Salarial 2019. A data-base da categoria é 1º de setembro. 

O tema “Mais emprego, mais direito e mais salário” e os cincos eixos que nortearão as negociações neste ano foram aprovados pelos trabalhadores de Sorocaba e região em assembleia geral realizada nesta quarta, 3, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos (SMetal).

Os eixos são: reposição integral da inflação mais aumento real; manutenção e a aplicação das Convenções Coletivas; respeito às entidades Sindicais; contra o fim das NRs (Normas Regulamentadoras) e redução da jornada de trabalho sem redução de salário.

Como na data-base anterior foi assinada Convenção Coletiva de Trabalho por dois anos em alguns grupos patronais, neste ano foram protocoladas dois tipos de pautas de reivindicações: parcial (com foco nas cláusulas econômicas) e cheia (com cláusulas sociais e econômicas).

robo, campanha, salarial, smetal, sindicato, metalúrgicos, fem, Divulgação FEM/CUT
A identidade visual da Campanha Salarial 2019 traz críticas à carteira verde amarela e o tema será: Mais empregos, mais direitos e mais salárioDivulgação FEM/CUT
“A Campanha Salarial deste ano acontece em um cenário perverso para o movimento sindical e para os trabalhadores, que vêm sofrendo a cada dia mais ataques do governo. Somente união e mobilização de todos os metalúrgicos pode garantir avanços”, afirma o secretário-geral do SMetal, Silvio Ferreira.

A FEM-CUT/FEM representa cerca de 190 mil metalúrgicos na base formada por 56 municípios, inclusive o SMetal Sorocaba.

Carteira verde amarela

O combate à carteira verde amarela anunciada pelo governo Bolsonaro, na qual o trabalhador terá que escolher entre emprego ou direitos, também terá destaque nos debates da Campanha Salarial 2019. “Duas palavras definem essa proposta: crueldade e precarização. Não vamos aceitar que a classe trabalhadora seja sujeita à essa barbárie”, assegura Silvio Ferreira.

Deixe seu Recado