SMetal

Imprensa

Sorocaba

Ônibus param na sexta das 0h às 12h

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2016 - 17:18 - Atualizado em 27/12/2016 15:28
Imprensa SMetal

,
A paralisação é uma manifestação contra os retrocessos de direitos trabalhistas e sociais anunciados pelo governo de Michel Temer
Os trabalhadores do transporte público de Sorocaba e região vão parar nesta sexta-feira, dia 11, das 0h às 12h. A paralisação é um protesto contra medidas do governo que ameaçam direitos sociais e trabalhistas. Porém, será mantida em circulação 30% da frota de ônibus, como exige a Lei, garante o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, Paulo João Estausia.

A ação dos motoristas faz parte de Dia Nacional de Greve, convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outras centrais sindicais, em protesto contra a PEC 55, que propõe o congelamento de despesas públicas por 20 anos (inclusive na saúde e educação), e outras medidas do governo Michel Temer (PMDB) que atacam direitos trabalhistas e sociais.

A paralisação de ônibus deve ocorrer em todo o país e foi confirmada nesta terça-feira, dia 8, durante Assembleia Nacional dos Trabalhadores do Setor de Transportes, realizada na quadra do Sindicato dos Bancários, em São Paulo.


Mais mobilizações

Durante a Assembleia, Paulo Estausia, que também é presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística da CUT (CNTTL), alertou sobre a necessidade de reação aos ataques do governo Temer aos direitos da classe trabalhadora. "Se não reagirmos imediatamente, será tarde demais. Serão necessárias mobilizações sistemáticas para defender nossos direitos", afirmou.

Além da PEC 55, que tramita no Senado após aprovação na Câmara (então chamada de PEC 241), os trabalhadores protestam também contra a terceirização sem limites; a retirada de direitos, como 13º, férias, FGTS; e a reforma da previdência.

Deixe seu Recado