SMetal

Imprensa

Opinião

Natal Sem Fome: um sopro de esperança

Quinta-feira, 07 de Novembro de 2019 - 10:56
Imprensa SMetal

campanha, natal, fome, arrecadação, cesta, alimento, , Arquivo SMetal
Montagem das cestas do Natal Sem Fome de 2011, na sede do SMetalArquivo SMetal
Sentimos o peso de 2019. Faltando um mês e pouco para o Natal e estamos exaustos. O desemprego atinge mais de 13 milhões de pessoas, o desalento muito mais.

A desigualdade social atingiu patamar recorde. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE, publicada recentemente, com dados de 2018, mostra que a metade mais pobre da população, quase 104 milhões de brasileiros, vivia com apenas R$ 413 mensais, considerando todas as fontes de renda.

Essa desigualdade ressoa em toda a sociedade, mesmo naqueles que estão empregados com carteira assinada. Essa crise social e política também interfere nas relações fora do mundo do trabalho.

Imagine a situação dos que estão desalentados – os que já desistiram de procurar emprego, que vivem de bicos – os que estão desempregados ou em vulnerabilidade social, nessa época em que as leis servem apenas para os ricos ficarem mais ricos.

Para prestar auxílio a centenas de famílias de Sorocaba e região, o SMetal dá continuidade este ano, junto com o Banco de Alimentos, ao Natal Sem Fome. Um projeto que arrecada milhares de toneladas de alimentos para doação de cestas às famílias e entidades cadastradas no Banco de Alimentos.

O surgimento do projeto Natal Sem Fome ocorreu em 1994 e seguiu até 2012, sem interrupção. Por conta da melhora na economia e a atuação do Banco de Alimentos, o projeto teve uma pausa e, infelizmente, com o agravamento da situação do país, foi retomado em 2017.

A orientação da diretoria do SMetal continua a ser a luta por uma sociedade mais igualitária, por isso, a luta por direitos e conquistas dos trabalhadores ocorre, em várias instâncias, dentro e fora das fábricas.

Buscamos reverter as mazelas, os retrocessos, com a manutenção dos direitos na Campanha Salarial e nas dezenas de outras negociações que ocorrem no dia a dia com as fábricas, seja pelas contrapartidas em jornada, em bancos de horas, seja na conquista de vale-compra, de melhorias no convênio, etc.

Apoiar esta entidade representativa dos trabalhadores é fortalecer a luta por direitos e contra a desigualdade.

Como na edição anterior, voluntários serão bem-vindos nesse Natal Sem Fome. Acompanhe nosso portal, redes sociais para saber sobre as datas dos mutirões. O lançamento será no próximo dia 13, às 19h, no Sindicato.

A solidariedade é um bom passo para a mudança.

Deixe seu Recado