SMetal

Imprensa

Manifestação

Movimentos protestam nesta quinta, 8, em frente à casa de Temer

Em marcha pela cidade de São Paulo, entidades cobram saída do ilegítimo governo

Quinta-feira, 08 de Setembro de 2016 - 16:49 - Atualizado em 27/12/2016 15:11
CUT-SP

,
Os movimentos também organizam ato para o próximo domingo, dia 11, na Avenida Paulista
As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, que reúnem entidades como CUT, MTST, CMP, UNE e MST, organizam novo protesto para esta quinta-feira (8) pelo Fora Temer, Nenhum Direito a Menos e Diretas Já.

O ato começará às 17h, no Largo da Batata, zona oeste da capital paulista. De lá, os movimentos saem em marcha até a frente da residência do presidente ilegítimo Michel Temer, no bairro Alto de Pinheiros.

Esta atividade é uma continuidade das manifestações que denunciam o golpe no Brasil, explica o presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo. "Esse golpista não tem legitimidade e, por isso, defendemos as eleições diretas antecipadas para presidente. Inclusive, todas as reformas que ele tenta implementar no momento demonstra o retrocesso de direitos, um projeto totalmente diferente do que elegemos nas urnas quando Dilma saiu vitoriosa", lembra.

Da mesma maneira, o coordenador do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Guilherme Boulos, afirma que este protesto representa a resistência popular. "Temer quer aplicar um programa que jamais seria eleito nas urnas. Lutaremos para que não mexam nos programas sociais e resistiremos ao golpe defendendo diretas já", sinaliza.

Os movimentos também organizam ato para o próximo domingo (11), na Avenida Paulista. No dia 22, a CUT e seus sindicatos filiados preparam o Dia Nacional de Paralisação.

Deixe seu Recado