SMetal

Imprensa

Transporte público

Motoristas de Sorocaba retomam greve ainda hoje

Quinta-feira, 22 de Junho de 2017 - 13:06 - Atualizado em 22/06/2017 22:14
Imprensa SMetal

motoristas, onibus, transporte urbano, Fabiana Caramez
Sindicato dos Rodoviários confirmou que a paralisação será retomada ainda hoje, mas até o início da tarde não tinha confirmado o horárioFabiana Caramez
Acabou sem acordo a audiência de conciliação salarial entre as empresas de transporte urbano de Sorocaba e os motoristas realizada hoje, dia 22, no Tribunal Regional do Trabalho (15ª Região), em Campinas. Imediatamente, o sindicato da categoria comunicou ao TRT que a greve no transporte será retomada ainda hoje. O horário de início da paralisação não havia sido definido pelo sindicato até às 13h.

Os motoristas estão em campanha salarial e a data-base da categoria venceu dia 1º de maio. No dia 5 de junho eles já haviam parado o transporte, mas suspenderam a greve no dia seguinte diante da orientação do TRT para que as partes voltasse a negociar.

"Terá greve hoje, mas ainda não temos o horário definido", informou a assessoria do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região no início da tarde.

 

Empresas recusaram proposta

Na audiência de hoje, 22, o sindicato aceitou a proposta sugerida pelo Tribunal, de 4% de reajuste nos salários, retroativos a maio; mais 2% de reajuste em janeiro de 2018; R$ 21 de ticket alimentação e R$ 1.560 de Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

As empresas que operam o transporte em Sorocaba, no entanto, rejeitaram a proposta da conciliação e querem pagar reajuste de 4% nos salários e nada mais.

Ao final da audiência, o sindicato registrou em ata a retomada da greve com o compromisso de manter 40% da frota convencional circulando e 100% do transporte especial.

 

Votorantim

Ainda hoje, no período da tarde, haverá uma audiência de conciliação entre os representantes dos trabalhadores e do transporte urbano de Votorantim. O resultado deverá determinar se os motoristas da frota de Votorantim também vão parar ou não.

Deixe seu Recado