SMetal

Imprensa

Permax

Mobilização garante reajuste de até 7,59% e convênio médico

Trabalhadores conquistaram revisão na grade salarial, abertura de negociações de 2010 e implantação do convênio médico.

Quarta-feira, 05 de Maio de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:52
Folha Metalúrgica

Depois de parar a produção da fábrica por um dia [segunda-feira, 19], os trabalhadores da Permax, em São Roque, conquistaram uma revisão na grade salarial, a abertura de negociações do PPR de 2010 e a implantação do convênio médico a partir do mês de agosto.

A revisão da grade salarial vai garantir um reajuste entre 5% e 7,59% aos funcionários.

"Essas conquistas foram frutos da mobilização dos trabalhadores. A paralisação [do dia 19] foi determinante. Eles [trabalhadores] mostraram que estavam mobilizados e dispostos a entrar em greve por tempo indeterminado caso a empresa não os atendesse", diz o diretor sindical João de Moraes Farani.

Até a paralisação do dia 19 a empresa sequer agendava reunião com o Sindicato e os trabalhadores para negociar.

Deixe seu Recado