SMetal

Imprensa

Assembleias

Metalúrgicos de Sorocaba fecham acordos para PPR

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2016 - 14:28 - Atualizado em 27/12/2016 15:06
Jornal Cruzeiro do Sul

,
Assembleia na Sorocard
Acordos fechados entre o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) e empresas, para o pagamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR), deve passar de R$ 100 milhões. A expectativa é que a primeira parcela, a ser paga até o fim do ano, insira em torno de R$ 66 milhões na economia da região.

De acordo com o economista da subseção do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), do SMetal, André Corrêa Barros, desde o início do ano até o dia 31 de julho foram fechados 50 acordos. "Foram contemplados 17.314 trabalhadores, que correspondem a 47% da base do sindicato", segundo Barros, por meio da assessoria de imprensa do SMetal. Os acordos incluem empresas de todos os portes, de dois até 3.400 metalúrgicos, e há mais negociações em andamento com empresas, informa o sindicato.

O economista do Dieese descreve que a maior parte da participação nos resultados é paga na primeira parcela, até 31 de dezembro. A segunda parcela depende das metas a serem cumpridas. Ele destaca que os valores estimulam o comércio e por consequência a indústria, e o trabalhador pode dar entrada num bem durável, como eletrodoméstico, motocicleta ou carro, por exemplo.

O assessor político do sindicato, Imar Rodrigues, lembra que o pagamento pelas empresas do PPR não é obrigatório. "A Lei 10.101/2000 apenas regulamenta os critérios acerca da negociação, critérios e pagamento deste benefício. Não determina que as empresas paguem.

Por isso, é importante a mobilização e atuação dos trabalhadores com o sindicato na reivindicação e negociação do programa", diz Rodrigues.

Deixe seu Recado