SMetal

Imprensa

Atuação sindical

Metalúrgicos da Toyota mantém valor integral do PPR após negociação do SMetal

Meta de produção estimada no acordo de PPR não foi alcançada, mas o Sindicato negociou para que nenhum trabalhador saísse perdendo; calendário de dias-pontes e banquinho também foram votados

Quinta-feira, 25 de Novembro de 2021 - 18:58 - Atualizado em 25/11/2021 19:16
Imprensa SMetal

, Caroline Queiróz Tomaz/Imprensa SMetal
Trabalhadores também votaram sobre o calendário de dias-pontes de 2022 e banquinhoCaroline Queiróz Tomaz/Imprensa SMetal
Na tarde desta quinta-feira (25), os dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) estiveram na Toyota para conversar com os trabalhadores. Um dos assuntos abordados foi o Programa de Participação nos Resultados (PPR) que será pago integralmente, após negociações do SMetal.

A meta de volume de produção que estava prevista no acordo, que foi aprovado em junho deste ano, não foi alcançada. Desta forma, a empresa poderia descontar até 10% no valor final do benefício. Os dirigentes foram à mesa de negociação e revisitaram os números que faziam parte desta meta e, com diálogo, conseguiram reverter essa situação.

Para se ter uma ideia, sem o intermédio do SMetal, os metalúrgicos poderiam perder mais de R$900 no PPR. Vale ressaltar que a empresa paralisou as operações nas plantas de Sorocaba e Porto Feliz, entre os dias 18 e 27 de agosto, por falta de componentes nas fábricas que produzem os modelos Yaris (hatch e sedã), Corolla Cross e Etios afetando, diretamente, na produção desses veículos.

Na visão de Silvio Ferreira, secretário-geral do Sindicato, essa conquista serve para mostrar a importância da atuação sindical. “Quando negociações como essas acontecem, fica mais do que claro que o Sindicato não é apenas uma estrutura de serviços e lazer. Buscamos investimentos para gerar emprego e renda, mas não acaba aí. Sindicato é, também, proteção dos direitos e benefícios", diz.

Banquinho e dias-pontes

Na assembleia, também houve votação do calendário de dias-pontes de 2022 e banquinho cuja proposta apresentada pelo Sindicato foi aprovada pelos metalúrgicos.

No ano que vem, os dias-pontes serão: 28/02 (carnaval), 22/04 (Tiradentes), 17/06 (Corpus Christi) e 14/11 (Proclamação da República). Os trabalhadores compensarão essas folgas em quatro sábados distribuídos entre os meses de maio, junho, agosto e setembro.

Já o banquinho é referente aos dias que, neste ano, os trabalhadores e trabalhadoras ficaram em casa durante a paralisação da produção. Esses dias serão "pagos" em quatro sábados entre os meses de janeiro, fevereiro, março e abril.

Estiveram presentes na assembleia os membros do Comitê Sindical de Empresa (CSE) Anderson Andrade Silva, Eduardo Mascarenhas, Evandro Shimote, Marcelo José da Silva e Robson Lopes dos Passos; além do secretário-geral, Silvio Ferreira. 

Os dirigentes também falaram sobre a campanha "Natal Sem Fome" e estimularam a doação dos companheiros. "Se cada trabalhador aqui na Toyota abrir mão de R$20, conseguiríamos montar umas 500 cestas básicas para as famílias que mais precisam. É um exercício de solidariedade e o SMetal conta com vocês", disse Silvio.

Deixe seu Recado