SMetal

Imprensa

Convenção Coletiva

Metalúrgicos da FEM intensificarão mobilizações para garantir acordo

Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017 - 14:55 - Atualizado em 22/09/2017 15:23
Imprensa SMetal com informações do ABC

fem, reunião, campanha, salarial, Marina Selerges
Reunião da direção da FEM-CUT foi realizada na quinta, 21; União dos metalúrgicos será imprescindível para resistir aos ataques da bancada patronal Marina Selerges
Resistência, mobilização e luta para garantir assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho nas mesas de negociação da Campanha Salarial. Esse foi o compromisso assumido pelos sindicatos que compõem a Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT/CP) durante a reunião da direção plena ampliada, realizada na quinta-feira, 21.

“Mais uma vez os metalúrgicos da CUT no estado de São Paulo se mostraram unidos ao definir de forma unânime resistir aos ataques da bancada patronal. Vamos intensificar as mobilizações a partir da próxima semana”, cravou o presidente da FEM-CUT, Luiz Carlos da Silva Dias, o Luizão.

O presidente ressaltou que nos grupos onde é possível chegar a um entendimento as conversas serão reforçadas e com aqueles que estão apresentando mais resistência e impondo a retirada de cláusulas, como é o caso do G3, será preciso endurecer. “A unidade dos trabalhadores nos dará esse respaldo nas reuniões”.

De acordo com Adilson Faustino (Carpinha), Secretário Geral da FEM-CUT e dirigente do SMetal Sorocaba, os representantes dos trabalhadores não aceitarão a retirada de direitos. “Quanto à questão econômica, não abriremos mão da reposição da inflação e também de aumento real. Os patrões têm que entender que o trabalhador melhorando o seu poder de compra, contribui com o crescimento da economia do país”, ressalta.        

Acesse aqui e saiba o que está em jogo na Campanha Salarial 2017.

 

Deixe seu Recado