SMetal

Imprensa

FEM

Metalúrgicos da FEM definem prioridades para 2010

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009 - Atualizado em 27/12/2016 11:52

,
Plenária da Federeção Estadual dos Metalúrgicos mobilizou sindicalistas da CUT de todo o Estado de São Paulo
Terminou na manhã da última quarta, dia 2 de dezembro, a Plenária da Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT), que começou na segunda, 30 de novembro, na nova sede em São Bernardo do Campo. Participaram da plenária 110 delegados e delegadas dos 13 sindicatos metalúrgicos filiados, que representam 240 mil trabalhadores em todo o Estado.

Nos três dias, os dirigentes fizeram um balanço das ações realizadas nos últimos dois anos pela FEM e aprovaram um Plano de Lutas para 2010.

Segundo o presidente da FEM-CUT, Valmir Marques (Biro Biro), a Plenária Estadual foi positiva e definiu um plano de lutas estratégico para o ramo metalúrgico no Estado. "A nossa agenda para 2010 será carregada. Aprovamos uma série de ações. Ampliaremos o debate sobre a representação sindical no local de trabalho, bem como investiremos na formação de novos quadros sindicais. Nas eleições de 2010 o nosso ramo dará a sua contribuição para eleger candidaturas que valorizem o projeto dos trabalhadores, com distribuição de renda, valorização do salário e geração de empregos", disse.

A plenária também marcou a inauguração da nova sede da FEM e da CNM/CUT, em São Bernardo do Campo.

Durante o evento, o dirigente metalúrgico de Sorocaba Marcos Roberto Coelho, o Latino, foi escolhido para assumir a secretaria de organização da FEM. João de Moraes Farani, também diretor sindical da região de Sorocaba, é o vice-presidente da Federação.

Deixe seu Recado