SMetal

Imprensa

Reivindicações

Metalúrgicos da FEM aprovam eixos da campanha salarial

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016 - 12:20 - Atualizado em 27/12/2016 14:52
Imprensa SMetal

,
Lula participou da plenária estatutária. SMetal foi representado por diretores no evento que definiu os eixos da campanha
Após a realização de diversas plenárias regionais nos últimos meses para colher sugestões das bases, os sindicatos filiados à Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM) aprovaram no sábado, dia 11, os eixos para a campanha salarial deste ano. A data-base da categoria é 1º de setembro.

A aprovação aconteceu durante Plenária Estatutária, na sede da FEM, em São Bernardo do Campo, e contou com a presença do ex-presidente Lula.

Os eixos aprovados são: Não à terceirização e à perda de direitos; Pela estabilidade e a geração de empregos; Valorização dos pisos salariais; Reposição da inflação e aumento real de salários; Jornada de 40 horas semanais.

O tema da campanha será "Sem golpe, sem pato, por mais emprego e direitos".

Em sua participação na plenária, Lula falou sobre a situação econômica e política do Brasil e defendeu a valorização do mercado interno e da soberania. "Eu tenho crença neste País, é só a gente voltar a acreditar no nosso mercado interno", defendeu.


Resistência

Para o presidente da FEM, Luiz Carlos da Silva Dias, o Luizão, "o cenário político talvez é que dita o ritmo da campanha. O governo golpista interino tem propostas contrárias aos interesses da classe trabalhadora.

Portanto, a campanha salarial vai ser uma campanha de resistência aos ataques que nós já estamos sofrendo".

As cláusulas sociais que serão incluídas na pauta de reivindicações vêm sendo debatidas pela FEM desde o ano passado, mas os sindicatos ainda estão enviando sugestões de cláusulas. Quando a pauta estiver concluída será votada pelos metalúrgicos nas bases antes de ser entregue aos grupos patronais.

Estão em Campanha Salarial este ano, 202 mil metalúrgicos no estado de São Paulo nos Grupos 2, 3, 8, 10, Estamparia e Fundição.

Deixe seu Recado