SMetal

Imprensa

Campanha Salarial

Metalúrgicos da Copabo conquistam reajuste de 5% e PPR

Quarta-feira, 31 de Outubro de 2018 - 15:09 - Atualizado em 31/10/2018 15:21
Imprensa SMetal

pulsar, campanha, salarial, ppr, copabo, Divulgação
Assembleia para aprovação da Campanha Salarial e do PPR aconteceu na manhã de quarta-feira, dia 31, na Copabo, antiga Pulsar MarineDivulgação
Os trabalhadores da Copabo Equipamentos de Infraestrutura Portuária (antiga Pulsar Marine), em Sorocaba, aprovaram nesta quarta-feira, dia 31, acordo coletivo da Campanha Salarial 2018. A proposta, negociada pelo Sindicato dos Metalúrgicos (SMetal), garante reajuste de 5% nos salários e manutenção das cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Em assembleia realizada pela manhã, os metalúrgicos aprovaram ainda um Programa de Participação nos Resultados (PPR). O valor conquistado teve crescimento de 25% em comparação ao de 2017, com pagamento previsto para abril de 2019.

Em relação à Campanha Salarial, a empresa faz parte do Grupo 10, bancada patronal que se recusa a assinar Convenção Coletiva e a oferecer aumento real nas negociações com a Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT).

“Aproveitamos então as negociações do PPR para apresentar uma proposta da Campanha Salarial 2018, baseada nos critérios aprovados pelos trabalhadores dos demais grupos patronais em assembleia na sede do SMetal”, explica o dirigente sindical Alessandro Marcelo (Marcelinho).

O acordo aprovado representa a reposição da inflação (de 3.64%) e aumento real de 1,31%. A Copabo fica no bairro Cajuru do Sul e tem 31 trabalhadores.

Empresas do Grupo 10

De acordo com o presidente do SMetal, Leandro Soares, o Sindicato tem conversado sobre a Campanha Salarial com representantes de empresas da categoria que fazem parte do Grupo 10. “Nosso intuito é não deixar nenhum trabalhador sem um reajuste digno nos salários e a proteção da nossa Convenção Coletiva”, afirma.

Nos demais grupos patronais - G2, G3, G8-2, G8-3, Fundição, Sindratar e Sindicel – os trabalhadores já foram contemplados com acordos negociados pela FEM-CUT. Além do Grupo 10, apenas a Estamparia não fechou a Campanha Salarial deste ano.

Deixe seu Recado