SMetal

Imprensa

CNM

Metalúrgicos da CNM aprovam plano de lutas

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009 - Atualizado em 27/12/2016 11:52

,
O secretário-geral do Sindicato, Valdeci Henrique da Silva, o Verdinho (1° plano), agora integra a CNM
Além de aprovar um plano de lutas dos metalúrgicos da CUT no Brasil para até 2011, a plenária da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM), realizada entre os dias 2 a 4 de dezembro, aprovou avanços significativos no estatuto da entidade. Um deles foi o que garantiu a participação de um representante de cada federação metalúrgica da CUT na composição da próxima direção da entidade.

Outra mudança no estatuto foi a extensão do atual mandato, que terminaria em 2010, para 15 de junho de 2011, elevando assim em até um ano o período para a realização do 8º Congresso Nacional dos Metalúrgicos da CUT.

"Temos consciência que o próximo ano é estratégico para a manutenção do projeto dos trabalhadores que foi iniciado em 2002, com a eleição do companheiro Lula para a presidência. Por isso é fundamental que possamos reunir forças para eleger as candidatas e candidatos compromissados com um Brasil mais justo, com avanços sociais e mais políticas voltadas para os trabalhadores. Não podemos deixar que o modelo de políticas neoliberais volte a ser praticado neste país", disse o presidente da CNM/CUT, Carlos Grana.

  Os delegados, representando sindicatos de metalúrgicos da CUT de todo o Brasil, aprovaram a indicação de João Cayres (ABC), como o novo secretário-geral da CNM/CUT, em substituição a Valter Sanches, que além de manter a função de secretário de Relações Internacionais da Confederação, passa a coordenar toda a área de comunicação do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Outra mudança é a entrada de Michele Ida Ciciliato (Taubaté), que ocupava a secretaria de Políticas Sociais, na pasta da Formação, no Lugar de Paulo Cayres (ABC). Para o lugar de Michele, assume Rosilene Matos da Silva (Manaus).

Também foram indicados os sindicalistas Roberto Pereira da Silva (Sindimetal-ES), Henrique (Juiz de Fora), Kléber William de Souza (Timóteo), Irineu (Pindamonhangaba), Flávio de Souza (Canoas), e Valdeci Henrique da Silva, o Verdinho (Sorocaba) para a direção executiva, além de Paulo Dutra (Taubaté) para o conselho fiscal.

Verdinho vai somar-se a outro metalúrgico de Sorocaba que já faz parte da direção executiva da CNM, que é o João Evangelista de Oliveira, diretor administrativo do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região.

Recomposição

Deixe seu Recado