SMetal

Imprensa

Assembleia Eletrônica

Metalúrgicos aprovam pauta de reivindicação da Campanha Salarial 2020

Domingo, 21 de Junho de 2020 - 18:18
Imprensa SMetal

fem, campanha, salarial, data-base, , Divulgação
O tema da Campanha Salarial 2020 é “[email protected]! Tamo junto pela vida, emprego e renda”Divulgação
Com um total de 586 votos – sendo 566 favoráveis, 5 contrários e 15 abstenções – os trabalhadores metalúrgicos de Sorocaba e região aprovaram a pauta de reivindicações da Campanha Salarial de 2020. A data-base da categoria é 1º de setembro e a entrega da pauta às bancadas patronais está marcada para a próxima quinta-feira, dia 25 de junho.

Na assembleia eletrônica foi aprovado ainda o tema da Campanha Salarial 2020: “[email protected]! Tamo junto pela vida, emprego e renda”. Os trabalhadores aprovaram também os cinco eixos que nortearão as negociações da Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM/CUT-SP) e dos sindicatos filiados.

São eles: por melhores condições de saúde e segurança; por melhores condições sanitárias e de higiene; aumento salarial; pela manutenção de todos os direitos e pela nacionalização de componentes, máquinas e equipamentos.

Segundo Luiz Carlos da Silva Dias, o Luizão, presidente da FEM/CUT, com a pandemia do novo coronavirus (Covid-19), nas negociações deste ano, será extremamente necessário discutir um novo protocolo de saúde e segurança para os trabalhadores, bem como a manutenção das cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e estabilidade no emprego.

“Nós não podemos e nem vamos deixar os trabalhadores na mão. Nossos sindicatos continuarão a defender os trabalhadores, seja no emprego, salário e melhores condições de saúde e higiene”, afirma Luizão.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Leandro Soares, destaca que, além da defesa da CCT e garantia de estabilidade no emprego, a entidade e a Federação assumiram o compromisso de discutir com os grupos patronais a valorização da indústria nacional. “Precisamos urgentemente de políticas que fortaleçam a indústria nacional, especialmente neste momento de pandemia em que passamos”.

Para ele, as indústrias locais têm todas as condições de produzir peças, componentes e equipamentos que atualmente são produzidas em outros países. “Isso ajudaria não só a manter os empregos, mas também a gerar milhares de novos postos de trabalho”, assegura.

E finaliza: “Estamos passamos pela maior crise sanitária e econômica da história da humanidade e nem por isso o Sindicato dos Metalúrgicos deixou de lutar e reivindicar pela vida, os empregos e a renda para toda a nossa categoria. E agora, nesta Campanha Salarial, não será diferente”.

Inflação 2020

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) trouxe instabilidade à indústria e à vida dos trabalhadores brasileiros. Faltando três meses para a data-base, que é 1º de setembro, a inflação acumulada dos últimos nove meses está em 1,82%. No mesmo período do ano passado esse índice acumulado registrava 3,05%.

Outra mudança com a pandemia foi a necessidade de buscar alternativas seguras para a participação dos trabalhadores. Por isso, para evitar os riscos de contágio pela Covid-19 que uma assembleia presencial poderia acarretar, a votação neste ano aconteceu de forma eletrônica, a partir de uma plataforma digital. Ela garante a ampla participação dos metalúrgicos nas tomadas de decisões, com transparência e segurança.

Deixe seu Recado