SMetal

Imprensa

Esporte

Metalúrgico de Sorocaba vence torneio de MMA em Bauru

Sexta-feira, 11 de Junho de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:53
Imprensa Smetal Sorocaba

,
Alexandre (a direita) precisou de um minuto do 1º round para conquistar o título em sua categoria
O metalúrgico sorocabano Alexandre Ribeiro Godoy foi um dos campeões do 15º Predador Fight Championship, um dos maiores campeonatos de MMA do Brasil, disputado em Bauru-SP no último dia 22 de maio. Alexandre ganhou primeiro lugar na categoria até 60 quilos.

O MMA reúne competidores de vários estilos de luta, como jiu-jítsu, muay-thai, boxe e capoeira. Alexandre treina jiu-jítsu há sete anos e derrotou o adversário, Juliano Brega, de Bauru, no primeiro minuto de luta do 1º round. A luta previa três rounds de 5 minutos cada.

Houve disputas também nas categorias 70, 80, 90 quilos e peso pesado.

O metalúrgico participou da competição representando a academia AOA Herman Gutierres, de Sorocaba.

Alexandre, que é metrologista, trabalha na empresa Mec-Q faz um ano e meio. Ele exerce suas funções dentro da fabricante de autopeças Dana. Antes, o metalúrgico trabalhou 4 anos no Grupo Schaeffler, fábrica Ina rolamentos.

Outras medalhas
Foi a primeira fez que Alexandre, que tem 31 anos, participou de um MMA. Mas não é a primeira vez que ele vence um torneio importante. Em julho de 2009 ele conquistou o Campeonato Mundial de Jiu Jtsu, disputado no Ibirapuera, em São Paulo. Ele foi campeão na categoria Pluma, até 64 quilos. Antes, o metalúrgico já havia levado para casa medalhas em quatro campeonatos paulistas.

Porém, mais do que as medalhas, Alexandre afirma que sua maior conquista foi ter se encontrado no esporte. Ele admite que até os 24 anos de idade era briguento. "Hoje sou um cara tranqüilo, não tenho mais aquela arrogância; sou um cara realizado e feliz", já dizia um ano atrás.

Após a vitória no MMA este ano, ele complementou: "Quero mais é mostrar para as pessoas que o treino de uma luta, como o jiu-jitsu, ensina pra gente que brigar na rua, arrumar confusão, é muito errado. A luta é esporte, é disciplina. Quando levada a sério, ajuda a nos tornar mais calmos e tolerantes" revela.

Deixe seu Recado