SMetal

Imprensa

Participe!

Marcha Preta acontece no dia 20 de novembro em Sorocaba

Ato acontecerá em blocos, para preservar a saúde da população diante à pandemia; entidades e coletivos raciais que renuem para protestar contra o racismo estrutural que agride a população preta

Quarta-feira, 17 de Novembro de 2021 - 09:30 - Atualizado em 17/11/2021 09:43
Imprensa SMetal

, Divulgação
Ato reúne coletivos, entidades e movimentos contra o genocídio da população pretaDivulgação
Coletivos raciais e entidades convocam à sociedade para a Marcha Preta, que acontece em Sorocaba, no sábado dia 20 de novembro. O ato, marcado para o Dia da Consciência Negra, neste ano ocorre em forma de “blocos” para preservar a saúde e a segurança dos participantes. A concentração está marcada para às 11h, em frente à Capela João de Camargo, na Barão de Tatuí.  A Marcha Preta segue para encerramento na Praça Frei Baraúna.

A marcha tem como finalidade protestar contra o racismo estrutural que agride, invisibiliza e mata a população negra em todo o mundo. De acordo com o Atlas da Violência de 2021, a chance de uma pessoa negra ser assassinada, no Brasil, é de 2,6 vezes maior do que uma pessoa não negra. Somente em 2019, os negros e negras representavam 77% das vítimas de assassinato no país.

Diante desses dados, e muitos outros que expõem a realidade de preconceito estrutural, os coletivos sorocabanos que reúnem para expor sua opinião, identidade e força.  

O Coletivo Racial do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) estará presente no ato. Além de protestar junto às entidades, o SMetal apoia a manifestação com estrutura. A organização pede, ainda, para que os participantes usem máscaras durante todo o tempo do ato, além de atentar para o uso de álcool em gel e o distanciamento social. 

Falta apoio

Everton da Silva Souza (Beiço), do Coletivo Racial e dirigente do SMetal, comenta sobre a dificuldade de obter apoio da Prefeitura e das autoridades. Ele, que participa da organização desses atos há alguns anos, diz que nessas horas quem fortalece a luta por dignidade são as próprias entidades e coletivos, além de movimentos parceiros.

O SMetal busca, dentro do seu conceito de Sindicato Cidadão e como pilar do que defende e acredita, sempre apoiar os movimentos sociais que saem às ruas por liberdade e justiça. Neste ano, não será diferente. “Neste mês, tivemos o assassinato de mais um jovem negro na cidade. Além de tantos outros, brasil à fora, que as famílias choram a ausência. É hora de sair pras ruas e dizer que não aceitamos! A nossa juventude e o nosso povo querem viver”, comenta Everton.

Deixe seu Recado