SMetal

Imprensa

#CadêAProva

Lula fala com a militância no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Lula disse que o que está acontecendo com ele é muito pouco perto do acontece com milhões de desempregados no Brasil

Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018 - 14:39 - Atualizado em 24/01/2018 14:53
Com informações da imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Lula, Dino Santos
“Tenho certeza que só no dia que eu morrer vou parar de lutar”, afirmou Lula no Sindicato dos Metalúrgicos do ABCDino Santos
O ex-presidente Lula falou na manhã desta quarta-feira, dia 24, com os trabalhadores que foram ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC acompanhar o julgamento do recurso contra a condenação do juiz Sergio Moro, pelo Tribunal Regional Federal, o TRF-4, e prestar apoio a Lula.

“Estou extremamente tranquilo e com a consciência do que está acontecendo no Brasil. Tenho certeza absoluta que não cometi nenhum crime e a única decisão que espero que possa acontecer hoje, pelo fato de não ter crime cometido, é eles por três a zero dizerem que o juiz Moro errou ao dar a sentença”, afirmou.

“A única coisa certa e justa que poderia acontecer seria isso. Se não acontecer, nós temos ainda muito tempo pela frente para tentar mostrar o equívoco e as mentiras que foram contadas contra o PT e o Lula nos últimos anos”, continuou.

Lula disse que o que está acontecendo com ele é muito pouco perto do acontece com milhões de desempregados no Brasil.

“Milhões de pessoas foram massacradas e ainda não compreenderam o que vai acontecer com a reforma Trabalhista e com milhões de pessoas que serão sacrificadas com a reforma da Previdência que querem fazer”, ressaltou.

“Vamos aguardar para ver o que vai acontecer no País. Tenho certeza que só no dia que eu morrer vou parar de lutar”, concluiu.

 

Assista abaixo à integra do depoimento de Lula:

Deixe seu Recado