SMetal

Imprensa

Ação irregular

Jimenez é alvo de diligência da Justiça por vender máquinas penhoradas

Terça-feira, 19 de Junho de 2018 - 18:29 - Atualizado em 19/06/2018 18:45
Imprensa SMetal

jimenez, justiça,, Foguinho/Imprensa SMetal
Em conversa com os trabalhadores da Jimenez, dirigentes do SMetal pediram que eles fiquem atentos a qualquer movimentação dentro da empresaFoguinho/Imprensa SMetal
A Siderúrgica Jimenez, em Sorocaba, foi alvo de diligência da Justiça do Trabalho na tarde desta terça-feira, 19, na qual foi constatada a venda irregular de maquinários que estão penhorados em ação judicial movida pelo Sindicato dos Metalúrgicos (SMetal).

Após vistoria do Oficial de Justiça, que foi acompanhada pelo jurídico e diretores do SMetal, a fábrica foi advertida sobre a proibição judicial de retirada de outras máquinas do local, bem como que poderá ser responsabilizada pelo crime de desobediência em razão de sua conduta.

De acordo o advogada do SMetal, Érika Mendes, os bens da siderúrgica foram penhorados pela Justiça após ação movida pelo jurídico da entidade para pagamento de dívidas trabalhistas a trabalhadores e ex-trabalhadores da empresa, além de garantir os direitos dos 34 funcionários que continuam empregados.

“Assim que recebemos a denúncia da retirada das máquinas, o oficial esteve da fábrica e constatou a irregularidade. A ordem judicial determina que em até 24 horas a empresa deve apresentar os bens que já foram vendidos”, explica.

O jurídico do SMetal está acompanhando de perto o processo e tem tomado todas as medidas cabíveis. “O Sindicato está aberto para tirar dúvidas dos trabalhadores e também para negociar com a empresa, desde que garanta o que é de direito dos funcionários atuais e dos demitidos”, enfatiza a advogada.

Em conversa com os trabalhadores, dirigentes sindicais pediram que eles fiquem atentos a qualquer movimentação dentro da empresa. “Se a empresa continuar com a intenção de vender os bens de forma irregular, ela deve ser denunciada imediatamente”, frisou o dirigente do SMetal, Claudio Lopes, conhecido com Jiló.

O metalúrgico da Jimenez que queira esclarecer dúvidas sobre o processo, deve entrar em contato pelo (15) 3334-5401 e agendar um atendimento com o jurídico do SMetal.

Deixe seu Recado