SMetal

Imprensa

Janeiro Branco

'Janeiro Branco' propõe diálogo sobre as questões de saúde mental

O objetivo da campanha é falar sobre a prevenção de psicopatologias; SMetal adotou internamente a causa e segue pautando a importância do diálogo em casos de ansiedade, depressão e outras doenças

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 - 12:58
Imprensa SMetal

carol, outubro, 2020, imprensa, Caroline Queiróz Tomaz
Trabalhadores do SMetal aderiram à campanha para incentivar a prevenção de psicopatologias Caroline Queiróz Tomaz
As resoluções de Ano Novo muitas vezes contemplam questões como poupar dinheiro, entrar na academia, começar um novo hobby, mas raramente falam sobre assuntos envolvendo a saúde mental. A campanha ‘Janeiro Branco’, que chega a sua 8ª edição em 2021, tem como objetivo alertar para a importância da prevenção às doenças psicológicas e o mês foi escolhido, justamente, por se tratar de um período em que as pessoas estão procurando mudanças.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) adotou a campanha e os funcionários receberam uma camiseta que traz dizeres inspirando a busca do autoconhecimento, diálogos e cuidados com a saúde. De acordo com a psicóloga e gestora de RH da entidade, Kátia Leite, nos últimos anos o Sindicato tem se preocupado com o tema. “Além de cobrar as empresas metalúrgicas sobre a importância de realizarem campanhas internas, o SMetal também tomou a atitude de desenvolver atividades de conscientização para seus trabalhadores”, comenta.

Em 2018, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a projeção era de que até 2020 (ano passado) a depressão seria a doença mais incapacitante no trabalho. Outros números mostram, ainda, que uma a cada cinco pessoas tendem a sofrer com essa doença no ambiente trabalho. 

carol, outubro, 2020, imprensa, Caroline Queiróz Tomaz
Dizeres das camisetas inspiram autoconhecimento e modos de viver pautados no respeito e no diálogoCaroline Queiróz Tomaz

Pandemia

Durante a pandemia da Covid-19, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) ouviu brasileiros entre maio, junho e julho para avaliar como a doença estava impactando na saúde psicológica das pessoas. O resultado foi de que 80% da população se tornou ainda mais ansiosa durante o período.  

Saúde mental masculina deve estar em pauta

“Existem estudos que comprovam que os meninos são tão emocionais quanto as meninas até os cinco anos de idade. Após essa idade eles passam a não demonstrar tanto as emoções ou reprimi-las, não por deixarem de sentir, mas, sim, por reflexo de uma sociedade que atribui fragilidade as pessoas que demonstram seus sentimentos”, explica a psicóloga.

Essa percepção acende um alerta para a importância do diálogo com os metalúrgicos, já que em Sorocaba, por exemplo, 80,4% dos trabalhadores da categoria são homens. “O Sindicato dos Metalúrgicos tem como compromisso alertar às empresas com relação a essa pauta e segue defendendo a causa dentro das estruturas sindicais”, afirma Leandro Soares, presidente do SMetal.

CVV

carol, outubro, 2020, imprensa, Caroline Queiróz Tomaz
Saúde mental é temática de relevância nos últimos tempos, já que dados apontam para cada vez mais pessoas sofrendo com doenças associadas à menteCaroline Queiróz Tomaz
O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias.

A importância de procurar ajuda e falar sobre essas doenças é colocada como vital na hora de prevenir um quadro mais grave. “Quanto mais colocarmos em pauta a saúde mental menos ela será motivo de vergonha para as pessoas que sofrem com seus efeitos, assim será cada vez mais comum a prevenção e o tratamento”, finaliza Kátia Leite. 

Deixe seu Recado