SMetal

Imprensa

Por mais direitos

Inflação acumulada da Campanha Salarial fecha em 1,73%

Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 - 10:40 - Atualizado em 14/09/2017 10:00
Imprensa SMetal

, Foguinho/Imprensa SMetal
Uma das assembleias recentes da campanha aconteceu na Apex Tool.Foguinho/Imprensa SMetal
No dia 6 deste mês, o IBGE divulgou o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de agosto, que teve uma queda de 0,03%, registrando uma deflação.

Portanto, a inflação acumulada referente aos últimos 12 meses, do período da campanha salarial dos metalúrgicos, fechou em 1,73%.

De acordo com o economista da subseção do Dieese/SMetal, Fernando Lima, esse é o menor índice desde os anos 2000. Ele afirma ainda que os responsáveis por essa deflação no mês de agosto foram os produtos alimentícios, que tiveram queda de 1,18%.

Como na matéria divulgada pela Folha Metalúrgica, a inflação baixa atual deve-se à recessão.

Campanha Salarial

O secretário-geral do SMetal, Silvio Ferreira ressalta que a categoria está enfrentando um dos cenários mais difíceis de luta por direitos.

“O G3 (autopeças, forjarias e parafusos), por exemplo, que representa setores patronais das fábricas de 9.300 trabalhadores da nossa base, na contra-pauta de negociação, já impôs dificuldades em aplicar reajustes. E é um dos grupos que está dificultando ao máximo as renovações das cláusulas sociais”, destaca Ferreira.

A Convenção Coletiva dos Metalúrgicos é uma ferramenta que assegura direitos e benefícios como piso salarial e adicional noturno maiores,  estabilidade no emprego após sofrer acidentes de trabalho ou por doença ocupacional, entre outros.

Deixe seu Recado