SMetal

Imprensa

Campanha Salarial

Grupos patronais devem apresentar propostas de reajuste nesta sexta, 28

Quinta-feira, 27 de Setembro de 2018 - 11:29 - Atualizado em 27/09/2018 11:41
Imprensa SMetal com informações da Tribuna Metalúrgica

, Adonis Guerra
Luizão, da FEM/CUT, afirma que além do reajuste é preciso garantir uma boa Convenção Coletiva, em reunião no Centro de Formação Celso Daniel, no ABCAdonis Guerra
De acordo com o presidente da Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT), Luiz Carlos da Silva Dias, Luizão, algumas bancadas patronais se comprometeram a apresentar propostas econômicas até esta sexta-feira, dia 28.

Essas bancadas são formadas pelos grupos (G2, G3, G8, G10, Estamparia, Fundição e Montadoras) que representam os sindicatos patronais. A pauta de reivindicações da Campanha Salarial FEM/CUT, que representa os sindicatos dos trabalhadores, como o SMetal, foi entregue em julho deste ano.

É a primeira Campanha Salarial dos metalúrgicos após a entrada em vigor da reforma Tra­balhista.

“A Federação reafirma que só assinará acordos este ano que contemplem o aumento real e que venham acompanhados de uma boa Convenção Coletiva”, deixou claro Luizão em reunião com os CSEs de São Bernardo, realizada na tarde de terça-feira, 27.

Luizão lembrou que a preocupação aumenta em função da reforma Trabalhista. “Nós dirigentes acreditamos que não adianta ter reajuste e não ter nenhum direito. A nossa dificuldade é equilibrar as duas coisas, garantir uma ótima Convenção Coletiva e também um bom reajuste”. 

Deixe seu Recado