SMetal

Imprensa

Campanha Salarial

Greve do transporte em Sorocaba não tem previsão de término

Às 14h, o Sindicato participa de audiência de conciliação no TRT em Campinas. Após a reunião, a entidade irá se posicionar sobre a continuidade da greve

Segunda-feira, 05 de Junho de 2017 - 10:31 - Atualizado em 05/06/2017 17:05
Imprensa SMetal

ônibus, greve, , Fabiana Caramez
Desde sexta-feira, dia 2, os ônibus de Sorocaba estão circulando com um cartaz avisando a população sobre a paralisaçãoFabiana Caramez
Até às 10h desta segunda-feira, dia 5, a greve do transporte público em Sorocaba não tinha previsão de término, segundo informou o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região. A paralisação teve início às 3h.

Ainda hoje, às 14h, a entidade participa de audiência de conciliação no TRT, em Campinas, na qual espera contar com nova proposta das empresas e da Urbes. Enquanto isso, 40% da frota de ônibus está rodando em horários de pico e 30% da frota nos demais horários.

Após a audiência, o Sindicato vai se posicionar sobre continuidade da greve, independentemente de ter fechado ou não o acordo.

 

Proposta rejeitada

Por telefone, empresários que operam o transporte urbano de Sorocaba disseram aos dirigentes da categoria, no domingo, dia 4, que a proposta de reajuste salarial deles continua limitada a 2,5%. O Sindicato então rejeitou imediatamente a proposta e manteve a greve anunciada anteriormente.

A data-base dos condutores rodoviários de Sorocaba e Região venceu no dia 1º de maio. Os trabalhadores reivindicam a reposição do custo de vida dos últimos meses, com base na média de quatro índices de inflação; e mais 6% de aumento real.

“O Sindicato reafirma que continua aberto ao diálogo e à negociação, que garanta um reajuste salarial digno aos trabalhadores e evite uma paralisação”, destaca o Sindicato em nota divulgada à imprensa.

 

Deixe seu Recado