SMetal

Imprensa

Vedete

Futuro dos 170 trabalhadores de fábrica de refrigerante é incerto

Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018 - 17:33 - Atualizado em 17/01/2018 17:46
Imprensa SMetal

vedete, momesso, refriso, Foguinho/Imprensa SMetal
O carro chefe da empresa, que fica na avenida cel Nogueira Padilha, é o refrigerante Vedete, com grande comercialização na regiãoFoguinho/Imprensa SMetal
Os funcionários da Refriso (Refrigerantes Sorocaba Ltda), que fica na avenida cel Nogueira Padilha, estão com o futuro profissional incerto, pois desde dezembro a empresa vem enfrentando problemas devido à suspensão de sua inscrição  estadual.

refriso, vedete, Divulgação
Cadastro de ICMS consta que a situação da empresa está inativa Divulgação
O carro chefe da empresa é o refrigerante Vedete, com grande comercialização na região. De acordo com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores nas indústrias de Alimentação de Sorocaba a entidade está tentando preservar os 170 empregos.

Os pedidos de compra dos produtos da empresa não podem ser comercializados porque não se pode emitir nota fiscal devido à suspensão da inscrição estadual. Conforme consulta pública ao cadastro de ICMS consta que a situação está inativa porque foi “cassada por participação em organização ou associação constituída para a prática de fraude fiscal”.

No momento, a produção da empresa está parada e os trabalhadores vivem num impasse.

Deixe seu Recado