SMetal

Imprensa

#FiqueemCasa

Feriados antecipados: SMetal não terá atendimento entre os dias 31 e 6

Os serviços da entidade, que atualmente são realizados de forma remota, de segunda a sexta-feira, serão interrompidos às 17h desta terça-feira, dia 30, e retorna na próxima quarta-feira, dia 7, às 8h.

Terça-feira, 30 de Março de 2021 - 15:07
Imprensa SMetal

sede, smetal, sindicato, sorocaba, fechada, covid, atendimento, Arquivo/Foguinho Imprensa SMetal
O Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região fica na rua Julio Hanser, 140, bairro LageadoArquivo/Foguinho Imprensa SMetal
Com a aprovação da Lei nº 12.288, que prevê a antecipação de seis feriados municipais de 2021 e 2022 para os próximos dias (de 31 de março a 6 de abril), o atendimento do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) sofrerá alterações.

Os serviços da entidade, que atualmente são realizados de forma remota, de segunda a sexta-feira, serão interrompidos às 17h desta terça-feira, dia 30, e retorna na próxima quarta-feira, dia 7, às 8h.

A medida foi anunciada pela Prefeitura de Sorocaba na noite da última segunda-feira, 29, na tentativa de minimizar a grave situação da pandemia da Covid-19 na cidade.

O presidente do SMetal, Leandro Soares, pede que, apesar do período ser considerado feriado, os trabalhadores respeitem a quarentena e utilizem esses dias para descanso, evitando sair de suas casas. “O país hoje é considerando o epicentro da doença e precisamos ter a consciência que de apenas o isolamento e a vacina podem mudar esse triste cenário”, enfatiza.

Feriado é dia sem trabalho

Em nota divulgada nesta terça-feira, 30, o SMetal esclarece que a empresa estar dentro das “atividades essenciais” e trabalhar em feriado são duas situações distintas. Por isso, caso os trabalhadores sejam convocados durante o período, as fábricas deverão pagar 100% de hora extra, salvo aquelas que tenham acordo para compensação desses dias.

Na nota, a entidade reafirma ainda o posicionamento em favor da paralisação imediata das empresas de Sorocaba e região como forma de salvar vidas, “considerando que vivemos o momento mais crítico da pandemia da Covid-19, com recorde de mortes e com o sistema de saúde, tanto público quanto privado, operando com a lotação máxima”.

Deixe seu Recado